RONDONOTICIAS terça-feira, 21 de maio de 2019 - Criado em 11/10/2001

Poesias do Selmo


Por Selmo Vasconcellos

15/03/2019 07:19:22 - Atualizado

1

Pum! Pum! Pum!

Uma, duas, três balas perdidas

Cabeça, coração, coxa

Mais uma vida sem vida.

Oh! Cadáver decomposto, putrefato,

Jaz inerte para sempre e de fato.

Após silenciar a voz de muitos outros.

Num simples gesto, num simples ato.

3

MÃE NEGRA, que não nega que ama.

Amamenta também,

que apega aos seus seios,

filhos de outrem.

4

Do político

O cinismo

Do povo

O civismo

5

Lá no mato

Cobra Norato

Comeu Raimundo Nonato

Uma lenda? Não! Um fato!

6

Sou o mar, você o sal

Diariamente aumenta minha

Pressão arterial.

Eu sei que faz mal, mas eu te amo.

7

Século XXI

Onde houve as maiores transformações

Onde o povo deixou de viver como devia.

Mascarou-Se. Individualizou-SE.

8

Místicos somos

Uns evitam, mas são

Outros participam (ativamente!)

Não são.

9

Milícia bate com malícia

No meu avô.

No seu semblante nenhuma lágrima,

Mas no seu peito muita dor.

10

Chá de cadeira

Chá de Brasil

Povo levando rasteira

Neste país varonil

11

Sou brasileiro, sim senhor

Com muita honra, não senhor

A culpa é minha? Por favor

E esse clima de terror?

12

Retrato falado

De um rosto marcado

Com uma cicatriz

De segredo não revelado.

13

Mãe, senhora acolhedora

Seu filho, menor delinquente

Mãe Pátria, metralhadora

Seu filho, matará a gente.

14

Ruboriza palhaço

Aqui impera o canalhismo

Desfruta palhaço

Também deste nepotismo.

15

Mataram a FAUNA

Destruíram a FLORA

Levaram o MINÉRIO.

Pra onde? MISTÉRIO...

16

Sou um cidadão

Pacato e fiel

Da Igreja para o Motel

Da Igreja para o Motel

17

Sou uma cidadã

Recatada e de anel

Do Lar para o Bordel

Do Lar para o Bordel.

18

Falta energia

Do governante

Sobra paciência

Do cidadão.

19

O babaca de cima

Não para de mandar

O babaca de baixo

Não para de obedecer.

20

Atenção povo babaca

Sou candidato

Sou honesto

E vou te roubar.

21

Vim

Vi

Vendi

Pudera, sou vendilhão.

22

(R)ODEIO

Enquanto você brinca de patrão

O povo brinca de peão.

SEGURA!!!

23

Solidão

Sim

Depressão

Não.

24

Para quê

O por do Sol

Se o anoitecer

Me entristece?

25

Quando o luar

Invade o meu quarto,

Transforma a tristeza

Em saudade.

26

Violência

Violência

Violência

De quem a incompetência?

27

Sem internet

Sem jornal

Sem rádio, TV e celular.

SEM COMUNICAÇÃO.

28

Carrego estigma

Da Honestidade

Da Lealdade

Da Fraternidade.

29

Somos

Sonos

Sonhos

Só Nós.

30

De lá pra cá

De lá pra cá

De lá pra cá

Era assim na minha rede.

31

Depois de longos meses sem dormir,

Pensando em você.

Hoje, eu dormi e

Sonhei com você.

32

Meu filho nato

Meu filho adotado.

Ninguém, ninguém

Pode lesar o Estado.

*O Rondonoticias informa que as colunas são de inteira responsabilidade de seus autores


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.