RONDONOTICIAS terça-feira, 21 de janeiro de 2020 - Criado em 11/10/2001

Infelizmente, não é uma coincidência


Por Valdemir Caldas

05/12/2019 13:11:17 - Atualizado

Agentes da Policia Federal votaram à carga, na manhã desta quinta-feira (5), em mais uma grande operação policial. Várias pessoas foram recolhidas ao xadrez, supostamente envolvidas com o desvio de recursos públicos. Denominada Feldberg, a Operação foi realizada em cinco cidades do Estado de Rondônia, com a participação do Ministério Público do Estado de Rondônia.

A Assembleia Legislativa de Rondônia aparece no meio do imbróglio. A investigação teria apurado diversas irregularidades, começando pela eleição da atual mesa diretora, passando pela prática conhecida como “rachadinha”, um velho arranjo, que não deveria deixar ninguém espantado, pois se o MPE/RO, com a competência que lhe é peculiar, voltar suas vistas para outras latitudes, vai descobrir que a ALE/RO não está sozinha nessa modalidade de crime.

Interessante é que ainda tem gente que se surpreende com a participação da ALE/RO em episódios dessa natureza, provavelmente porque não conhece o histórico da Casa. É claro que se não trata de uma rara coincidência. Afinal, essa não é a primeira vez que membros do poder legislativo estadual são acusados de ilicitudes. Nesse sentido, o repertório costuma ser farto, cheio de artimanhas para tal propósito. Alguns, vira e mexe, estão sempre sendo usados. Outros surgem segundo a conveniência dos envolvidos na pândega. Em nenhuma situação, porém, a sociedade sai beneficiada. Pelo contrário, ela sempre acaba pagando a conta. E que conta. As cifras podem chegar aos bilhões de reais.

Em todos os segmentos da sociedade há bons e maus. Não é justo, contudo, colocar todo mundono mesmo balaio de gatos. No caso da ALE/RO, existem parlamentares e servidores sérios, merecedores, portanto, do respeito e da consideração de seus concidadãos.O problema é que, por serem poucos, eles acabam sendo atropelados pelo rolo compressor do “Mateus, primeiro os meus”.



*O Rondonoticias informa que as colunas são de inteira responsabilidade de seus autores



Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.