publicidade

Jovem entra em coma após ter sido espancado em balada de SP por R$ 15

Amigos da vítima dizem que ele foi agredido por funcionários do local

Um jovem está em estado gravíssimo após ter sido espancado por seguranças de uma casa noturna em Santos, no litoral de São Paulo, na madrugada de sábado (7). Testemunhas dizem que Lucas Martins de Paulo, de 21 anos, foi erguido pelo pescoço dentro do local e arrastado para o lado de fora após ter questionado um valor de R$ 15 supostamente cobrado a mais em sua comanda.

O G1 conversou com amigos do jovem. Segundo eles, Lucas questionou o valor indevido e o funcionário do bar foi chamado pelo operador de caixa. Em seguida, o garçom garantiu que o jovem havia pedido a bebida e foi assim que a discussão começou.

"Nesse momento, sete seguranças pegaram eu e o Lucas pelo pescoço e nos arrastaram para fora. Chegando na calçada, a discussão continuou, e eles disseram que iríamos apanhar. Tentei acalmar os ânimos, mas dois seguranças me deram uma rasteira e um soco no rosto. Os outros formaram uma roda em volta do Lucas e começaram a espancá-lo", diz um dos amigos, que preferiu ter a identidade preservada.

De acordo com o G1, a assessoria do Baccará Backstage nega que ele tenha sido agredido pelos funcionários do local. A equipe diz ainda que Lucas teria se envolvido com outras pessoas que estavam do lado de fora da casa noturna.

A vítima chegou à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central desacordado e entubado. Depois, foi transferido ainda na madrugada para a Santa Casa de Santos. Segundo o mais recente boletim médico do hospital, o jovem apresenta quadro de politraumatismo. Em estado grave, ele permanece sedado e em coma induzido.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.

publicidade