RONDONOTICIAS terça-feira, 23 de outubro de 2018 - Criado em 11/10/2001

Parentes de jovens desaparecidas fazem apelo à polícia: 'desesperados'

Corpo de Vitor Vieira de Lima, de 18 anos, que estava com as adolescentes, foi encontrado em um poço


Notícias aoMinuto

09/08/2018 09:46:01 - Atualizado

Os familiares das estudantes desaparecidas Isabele Silva Lima, de 13 anos, e Amanda Gomes de Souza, de 14, se reuniram em frente à Divisão de Investigação Criminal (DIC), em Rio Branco (AC), nessa quarta-feira (8), para pedir agilidade à polícia.

Também na tarde dessa quarta, a família de Amanda reconheceu um casaco achado em uma mata da região. A irmã da vítima, Beatriz Gomes, disse ao G1 que a peça estava cortada em tiras. A suspeita é que tenha sido usada para amarrar o adolescente Vitor Vieira de Lima, de 18 anos.

As meninas e Vitor saíram no domingo (5) para ir à Expoacre e não retornaram. O corpo do rapaz foi encontrado em estado de decomposição dentro de um poço na região onde eles moram. Ele tinha várias perfurações pelo corpo e estava com as mãos amarradas.

“Estamos à procura de ajuda. A polícia não fez nada ainda, estamos aqui com o coração partido. Já acharam um dos rapazes que estavam com elas morto dentro de um poço e cada dia a gente fica mais aflito. Até o momento não temos nenhuma resposta”, desabafou uma prima de Isabele, Ana Mara.

De acordo com ela, a família tem recebido informações sobre possíveis paradeiros da prima. "Os telefones estão desligados. Algumas pessoas ligam para a gente dizendo que a viram no Taquari, outros dizem que viram na Cidade do Povo. Ligamos para alguns colegas dela, e até agora nada. Até onde sei, a Isabele não é de ficar na rua, não saía muito, é tranquila", lamentou.

A irmã de Amanda, Beatriz Gomes, falou que os familiares se reuniram para fazer buscas no local onde o corpo do rapaz foi encontrado. "Entramos em desespero, mas a família ainda tem esperança de encontrar ela. Tentamos várias vezes pelo telefone só dá desligado. Estamos fazendo um mutirão no local onde o Vitor foi encontrado para tentar achar algo."


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.