RONDONOTICIAS segunda-feira, 21 de outubro de 2019 - Criado em 11/10/2001

PF prende mais dois suspeitos de hackear autoridades

Na primeira fase da operação, ocorrida em julho, a PF prendeu quatro pessoas. Eles teriam invadido celulares de autoridades da Justiça e MP


Metrópoles

19/09/2019 10:13:17 - Atualizado

BRASIL - A Polícia Federal (PF) prendeu, nesta quinta-feira (19/09/2019) outros dois suspeitos de participarem do hackeamento a diversas autoridades. A movimentação de hoje é continuação da Operação Spoofing, que prendeu quatro suspeitos de participarem da invasão a celulares de autoridades da Justiça e do Ministério Público. Um dos alvos é o programador de computadores Thiago Eliezer Martins (foto).

A ação desta quinta ocorre no âmbito da segunda fase da Operação Spoofing, que apura a invasão de celulares de procuradores da Lava Jato, como Deltan Dalagnol, e também do ministro e ex-juiz Sérgio Moro. Os hackers teriam sido a fonte das reportagens da Vaza Jato, coordenadas pelo site The Intercept Brasil.

A operação acontece em São Paulo, Brasília e Ribeirão Preto. Na primeira fase da Spoofing, deflagrada em julho, a PF prendeu quatro pessoas — entre elas, Walter Delgatti Neto, o Vermelho, apontado como o líder do grupo de hackers, o casal Gustavo Henrique Elias Santos e Suelen Priscila de Oliveira e Danilo Costa.




Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.