RONDONOTICIAS quinta-feira, 13 de dezembro de 2018 - Criado em 11/10/2001

Deputada federal Cristiane Brasil mente idade em perfil de aplicativo de paquera


Veja

12/01/2018 09:25:43 - Atualizado

BRASIL- Indicada para o Ministério do Trabalho pelo presidente Michel Temer (PMDB), a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) teve a vida revirada nos últimos dias, com destaque para a descoberta de uma condenação da parlamentar por não pagar direitos trabalhistas a um motorista. A revelação levou à concessão de uma liminar pela Justiça Federal suspendendo sua posse no cargo, prevista para terça-feira, 9.

Desde então, a sua situação só piorou: a candidata a ministra e o governo já tiveram três recursos negados pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região, descobriu-se que ela utilizou a conta de uma assessora para quitar a dívida com o ex-funcionário e a deputada ainda teve seu nome inscrito pela Justiça em um cadastro nacional de devedores trabalhistas. O que talvez Cristiane não esperava é que um fato curioso da sua vida pessoal viesse a público: ela mente sua idade em um aplicativo de relacionamentos.

Aos 45 anos, de acordo com os documentos apresentados à Justiça Eleitoral, Cristiane Brasil tem uma conta no Happn, no qual diz ter 30 anos de idade – o aplicativo permite aos usuários aplicar um filtro por idade para encontrar gente com perfil mais adequado ao que procura. A informação foi revelada pelo Blog do Vicente, do jornal Correio Braziliense, que acrescenta que a parlamentar reativou recentemente o seu perfil no aplicativo, que usa a geolocalização para juntar interessados em conhecer pessoas – ou seja, se ele está em Brasília, será apresentada a outras pessoas que estão nessa região.

O perfil de Cristiane Brasil no Happn já era conhecido: em março do ano passado, ela foi flagrada utilizando o Happn dentro do Congresso, segundo a coluna Radar. Foi nessa época que ela teria desativado o perfil, depois reativado no Réveillon, segundo o Blog do Vicente.

VEJA tentou ouvir a deputada federal, mas não conseguiu contato com sua assessoria, por meio de seu gabinete e pelo celular dela.



Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.