08/11/2017 10:11:01 - Atualizado em 08/11/2017 10:11:01

Primeira mostra de Repertório do Teatro Ruante será realizada a partir do dia 17

PORTO VELHO,RONDÔNIA- O Teatro Ruante está a pouco mais de dois anos em Porto Velho, mas desde que aqui aportou tem desenvolvido diversas atividades no campo circense e teatral: montagens de espetáculos, oficinas de circo, palhaço, entre outras. Em novembro de 2017 mais uma ação será realizada, agraciando o público portovelhense, trata-se da 1ª Mostra de Repertório do Teatro Ruante, que contará com quatro espetáculos do grupo, uma intervenção do Grupo Dá o Bote e uma conversa sobre os 50 anos da obra de Guy Debord, A Sociedade do Espetáculo.

A programação não conta com nenhum patrocínio público ou privado, mas o Teatro Ruante entende que em tempos tão temerosos como o que estamos vivendo é preciso ocupar os espaços públicos, principalmente praças e ruas, que devem permanecer livres a todxs. É preciso levar aos espaços públicos abertos a diversão, encontrar as pessoas, produzir afetos, provocar discussões, mas sem raiva e sem medo. Afinal, devido a insegurança de nossos tempos, aquilo e/ou aquele que não conhecemos tem provocado o medo e criado o que ZygmuntBauman chamou de mixofobia (medo de se misturar), mas a cidade também é propícia para provocar a mixofilia (amor ao diferente). É nessa direção que se encaminha a Mostra, além de reunir as pessoas em torno de uma obra artística, propiciar que vejamos x outrx.

A Mostra contará com a participação especial do Grupo Dá o Bote, que fará uma intervenção intitulada A Boiada, um cortejo carnavalizado idealizado pelo poeta Mado. São memórias de uma boiada real, dos bois que vinham da Bolívia, chegavam no trem e eram levadas em desfile pela cidade, principalmente pela Rua Sete de Setembro. Esse avivamento da memória e da história estará presente nos espaços escolhidos para ocorrer a Mostra e essa intervenção.

Abaixo segue toda a programação:

Dia 17 de novembro às 19:00 h

Sala do Piano – Unir Centro – Av. Presidente Dutra, 2965

Conversa: 50 anos da obra A Sociedade do Espetáculo de Guy Debord

Lançada em novembro de 1967 por um dos membros mais ativos da Internacional Situacionista, Guy Debord, o livro continua mais atual que nunca. Os Situacionistas influenciaram sobremaneira as convulsões do maio francês em 1968. Na ocasião serão lidos trechos da obra e debatido com os presentes.

Dia 18 de novembro às 16:00 h

Praça das Três Caixas d`Água

A Boiada – Grupo Dá o Bote

Intervenção carnavalesca aberto a todxs, basta vir fantasiado de boi. Trata-se de uma recriação de uma boiada verdadeira que chegava de trem da Bolívia nos idos da década de 1950 e tomava as ruas de Porto Velho.

Ficha Técnica

Idealização e roteiro: Carlos Macedo (Poeta Mado)

Dia 18 de novembro às 17:00 h

Praça da Madeira Mamoré (EFMM)

Cabaré do Ruante

O Cabaré é um espetáculo de variedades circenses e que tem como base o palhaço, suas entradas e reprises cômicas tradicionais. Quatro palhaços, Magrila, Mazela, Tinnimm e Tuminga, se encontram na praça e prometem apresentar seus melhores números para o público.

Ficha Técnica

Roteiro, direção e figurinos: Selma Pavanelli

Palhaços: Adailtom Alves, Bruno Selleri, Jamile Soares e Selma Pavanelli

Produção: Ana Paula Rodrigues e Val Barbosa

Dia 19 de novembro às 17:00 h

Praça da Madeira Mamoré (EFMM)

Histórias de Contar

Dos livros para a roda de contos vêm um gigante egoísta, um jovem índio, um soldado e um pai, sobre cada um deles tem uma história pra ser contada, ou melhor, vivida com os curiosos que chegarem junto para um momento de ver, ouvir e sentir.


Ficha Técnica

Contador: Bruno Selleri

Orientação cênica: Adailtom Alves e Selma Pavanelli

Colaboradoras: Gabrielle Selleri, Márcia Licínia Selleri e Ana Paula Rodrigues

Dia 25 de novembro às 17:00 h

Praça da Madeira Mamoré (EFMM)

Que Palhaçada é Essa Aqui?

Espetáculo de variedades circenses, criado a partir de esquetes tradicionais de palhaços, que mistura números circenses, como malabares, laço, gags, improviso, números musicais e muita interação com o público.

Ficha Técnica

Criadores e criaturas: Adailtom Alves (Palhaço Magrila), Bruna Pavaneli (Palhaça Julieta) e Selma Pavanelli (Palhaça Tinnimm).

Figurinos: Selma Pavanelli



fonte: Rondonoticias

comentar

comments powered by Disqus

Ultimas Notícias