RONDONOTICIAS sexta-feira, 16 de novembro de 2018 - Criado em 11/10/2001

Espetáculo: Grupo circense do IFRO se apresentou no município de Porto Velho

A peça “Não se Cálice” aborda com palhaçadas temas como intolerância e hipocrisia.


assessoria IFRO

12/09/2018 11:13:00 - Atualizado



O grupo circense “Trupe Monito” do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Colo­rado do Oeste, se apresentará no Palco Giratório. A peça “Não se Cálice” aborda com palhaçadas temas como intolerância e hipocrisia. Serão duas apresentações na quinta-feira, dia 13 de setembro, às 10 horas e às 16 horas, na Tenda do Palhaço Biribinha, no Parque da Cidade, na Avenida Calama, próximo ao Porto Velho Shopping. O projeto do Palco Giratório iniciou em 1998, passando a ser um evento reconhecido no cenário cultural brasileiro como um importante projeto de difusão e intercâmbio das Artes Cênicas.

Já a Trupe Monito se constituiu a partir do Projeto de Ensino e Extensão “Qual o seu Palhaço”, criado em 2016, no Campus Colorado do Oeste. O grupo promove ações sem fins lucrativos na cidade de Colorado do Oeste e região, realizando a disseminação orientada de técnicas circenses para a comunidade acadêmica e externa ao IFRO.

Paola Teles Maeda, coordenadora do projeto “Qual o seu palhaço”, em que a Trupe Monito está ligada, destacou a colaboração dos alunos do Instituto Federal para o desenvolvimento deste espetáculo. “A peça ‘Não se cálice’ é fruto de uma ideia que tive em 2016 com a aluna Bárbara. Desde estão, nosso grupo estava montando a peça até ficar da forma que a gente queria. Inclusive, os integrantes desta peça são alunos que participam do projeto ‘Qual o seu palhaço’ desde o começo, sendo estudantes de curso superior e técnico integrado ao ensino médio do Campus Colorado do Oeste”.

A coordenadora diz que o grupo tem grande satisfação em apresentar essa peça para a comunidade de Porto Velho, mostrando a ela o circo e o nome do IFRO. Ela também realçou a evolução que o projeto teve. “Esse é o resultado de um trabalho que começou sem grandes pretensões além de ensinar sobre o circo para os alunos do projeto. Mas esse trabalho adquiriu uma proporção tão grande que conseguimos entrar no circuito nacional de teatro. Por isso, agradecemos a todos os parceiros do IFRO que nos proporcionaram essa oportunidade, pois contamos com o apoio da direção do campus, departamentos e coordenações, como a de comunicação e eventos, além do SESC (Serviço Social do Comércio), que está promovendo este evento em Rondônia”, destacou Paola.

A entrada é gratuita com distribuição de senhas uma hora antes do espetáculo. Confira a programação da Lona do Palhaço Biribinha no site do SESC.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.