RONDONOTICIAS sábado, 30 de maio de 2020 - Criado em 11/10/2001

Projeto ‘Boas energias’: A cultura popular em Praça pública


Ascom Energisa

Publicada em: 31/12/2019 12:33:41 - Atualizado

PORTO VELHO RO - Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do projeto ‘Boas energias’, de iniciativa da Energisa Rondônia, que proporcionou ao público portovelhense, gratuitamente, o acesso às riquezas da cultura regional. “A Energisa tem inovado em tudo e fechou o ano com chave de ouro, ao valorizar a cultura local”, destacou.

Escritora desde muito cedo, Maria de Nazaré já publicou 22 títulos, e ao ser convidada para participar, fez questão de apresentar um trabalho inédito. Declamou o poema ‘O Mendigo’, que, segundo ela, ilustra a realidade de muitas pessoas Brasil afora. “Foi um poema criado exclusivamente para o evento”, destacou.

Considerada um ‘achado’ no universo gospel, Patrícia Maria Medeiros da Siva, 12 anos, também elogiou a iniciativa. “Foi uma grata surpresa. Fiquei muito feliz quando fui convidada para realizar a apresentação nesse que é um dos projetos mais inéditos realizados nesta época do ano em Porto Velho”, comentou.

Estudante da Escola Capitão Cláudio Manoel da Costa e moradora do bairro Cidade do Lobo, Zona Sul da capital, Patrícia conta que se descobriu artista aos 4 anos, quando começou cantar na comunidade cristã em que congrega. “Sou adventista e integro o grupo ‘Reencontro’ que, dentre os vários estilos musicais, se apresenta com orquestra e cantores”, explica. Segundo ela, a alegria maior é a oportunidade de levar a mensagem de Jesus para muita gente. “Pude falar de Jesus, e isso é muito bom”, salientou. Na oportunidade, Patrícia interpretou a canção ‘Maranata’, do grupo gospel ‘Ministério Avivah’. “Porto Velho precisa de mais iniciativas como esta. Valorizar a cultura local é sempre uma boa ideia”, finalizou.

Opinião que tem o apoio do cantor e compositor Silvio José Menezes dos Santos, o ‘Silvinho Santos’, 37 anos. “Me surpreendi ao ser convidado pela Energisa. Geralmente, no final do ano, dificilmente aparece eventos que dê oportunidade aos talentos locais”, enfatizou.

Atuando há 21 anos na carreira musical, Silvinho Santos tem como grande inspiração o jornalista, compositor e carnavalesco Silvio Santos, o ‘Zé Katraka’, de quem é filho. “Comecei no samba pela influência de meu pai, depois participei da escola de samba ‘Pobres do Kaiary’, mas, com o passar dos anos, passei a compor e me encontrei musicalmente. Hoje tenho uma identidade própria e apresento o projeto O Som que vem do Norte”, salientou. O projeto foi mostrado no ‘Boas Energias’ nesse último domingo, 29.

Ruymar Pereira de Lima, produtor das apresentações para o projeto Boas Energias, disse que a iniciativa integra o Programa de Eficiência Energética e trata especificamente de questões de educação e entretenimento para a população de Porto Velho. “É um momento muito especial, onde a cidade recebe uma iluminação decorativa que vem abrilhantar o nosso fim de ano, valorizando sempre a cultura local, com apresentação de teatro, dança, música poesia e orquestra”, explica.

“Foram três semanas intensas, com apresentações de artistas locais, informações sobre eficiência energética e espaço para crianças. Esse foi um ano maravilhoso, uma energia nova para Porto Velho”.

Segundo ele, pelo menos 25 grupos se apresentaram nas três semanas de evento para um público médio diário de mil pessoas. “A Energisa nos surpreendeu e valorizou o que Rondônia tem de mais rico, que é a cultura”, salientaram os componentes do grupo Yaporanga, um grupo de dança que é grande expressão no que se refere a dança do boi bumbá.

A programação cultural foi encerrada nesse fim de semana, mas a iluminação na Praça Getúlio Vargas ficará acesa até o dia 6 de janeiro, das 18 às 24 horas, exceto nesta noite, 31, quando as luzes serão mantidas ligadas por toda a madrugada.


MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br