07/07/2016 16:21:18 - Atualizado em 08/07/2016 16:19:52

​Entrevista com o secretário municipal da agricultura, Leonel Bertolin, falando a respeito do vigor agronegócio de Porto Velho e da posição estratégica do município para exportação...

RONDONOTICIAS: Na última entrevista que o senhor concedeu, falou da pujança do agronegócio da capital. Qual o vigor da agricultura de Porto Velho no que diz respeito a produção de grãos?

LEONEL BERTOLIN: Porto Velho, hoje, tem 13 distritos com diferentes produções. União Bandeirantes, por exemplo, produz de tudo, é o distrito que mais produz em hortifruti, gado de corte e grãos. Aqui, na Estrada da Penal, já temos grandes fazendas entrando na produção de grão. Temos 64 mil hectares de área degrada que pode ser trabalhada nessas produções extensivas. Com essa produção, temos a oportunidade de trazer para a capital, fábricas para baratear produtos necessários.

RONDONOTICIAS: E no que diz respeito a piscicultura na capital, quais os registros da SEMAGRIC? Hoje em dia temos tido muito consumo de peixe. Essa área é forte no município?

LEONEL BERTOLIN: A capital vem se destacando na produção de peixes em cativeiro. Estamos trabalhando fortemente na questão do controle de sanidade, nessa área, para que a produção possa crescer. Porto Velho cresceu muito na produção de peixe de cativeiro e já somos destaque nacional. Nós importamos 40 % só para o mercado nacional. Precisamos fazer com que o produtor rural conheça mais e mais sobre novas tecnologias para produzir em larga escala. A condição hidrológica de Porto Velho é abundante, até a temperatura das nossas águas contribuem para melhores condições nos peixes.

RONDONOTICIAS: O Tambaqui, o peixe mais popular da região, que chega aqui é de Porto Velho ou é vem de Humaitá, no Amazonas?

LEONEL BERTOLIN: Sem duvida nenhuma é daqui. Hoje Porto Velho manda peixe para Manaus, São Paulo, e vários outros locais do Brasil. O produtor da piscicultura vem crescendo muito no município.

RONDONOTICIAS: Considerando todo esse vigor para o agronegócio, como o poder público se estabelece apoiando os criadores?

LEONEL BERTOLIN: O poder público tem que trabalhar no controle da sanidade, dando condições ao produtor rural para que ele possa oferecer o produto fora do Estado. Liberar informação tecnológica, trazer fábrica para ração, incentivar e movimentar a produção.

RONDONOTICIAS: E em relação a avicultura, como o produtor está se colocando no mercado da cidade de Porto Velho?

LEONEL BERTOLIN: Isso era uma coisa que Porto Velho, há algum tempo atrás, nem se ouvia falar. Hoje temos plantas, por exemplo, de ovos de postura, que produzem 60 mil por dia, totalmente automatizado. Só isso já abastece o mercado local.

RONDONOTICIAS: Secretário, fale sobre a inauguração do frigorífico de abate suíno, prestes a entrar no mercado da capital. Quando acontecerá?

LEONEL BERTOLIN: Esse vai ser um acontecimento muito importante para o município. O frigorífico vai ser na Estrada dos Japoneses, mais especificamente na Viçosa, e ele já produz hoje o embutido de uma qualidade grande, inclusive atestado pelo Rondônia Rural Show.

RONDONOTICIAS: Quais são as riquezas produzidas pela capital que definem efetivamente a vida sócio econômica da cidade?

LEONEL BERTOLIN: Muitas coisas, começando pelo espaço geográfico, que nos permite grande crescimento, nosso solo é de grande qualidade e nosso sistema hidroviário é ótimo. O Rio Madeira tem uma conexão com o resto do mundo em importação. Nosso rio é uma riqueza. O poder público tem de incentivar e mostrar aos empresários que essa terra é de grande importância para a agricultura e pecuária.

RONDONOTICIAS: Secretário, Porto Velho precisa conhecer Porto Velho?

LEONEL BERTOLIN: Precisamos que a população de Porto Velho, assuma aquela coisa de defender a capital. Nós moramos em uma região muito grande, muito rica, que precisa melhorar muito a infra estrutura, mas precisamos valorizar e amar mais a nossa cidade, sabendo que aqui tem condição geográfica e muita riqueza para ser explorada.

RONDONOTICIAS: Obrigado pela entrevista, secretário.

LEONEL BERTOLIN: Eu que agradeço e quero dizer que estou à disposição da população para qualquer duvida ou visitas que quiser fazer para conhecer melhor do nosso trabalho.

fonte: Rondonoticias

comentar

comments powered by Disqus

Ultimas Notícias

Editorial: Entrevista
  1. 1 Nesta entrevista, o professor Luiz Fernando Novoa, do Departamento de Ciências Sociais da Unir, debate Porto Velho, o Brasil do Futuro, e acha que eleições gerais devem ser convocadas. CONFIRA.
  2. 2 ​Nesta entrevista, o vereador Alan Queiroz, líder do prefeito na Câmara, faz uma análise dos primeiros atos da nova administração e se diz confiante nas ações de Hildon Chaves..
  3. 3 Nesta entrevista, o advogado Gilberto Baptista, Superintendente da FIERO, fala da crise na Indústria, na busca de soluções e defende melhor atenção a "hidrovia" do Rio Madeira...
  4. 4 Sophie Charlotte conta que parto de Otto durou 12 horas: 'Anestesia do meu próprio corpo'
  5. 5 Nesta entrevista, o juíz eleitoral Juacyr Junior, fala da anulação do impeachment, discorre sobre a regra eleitoral para as eleições deste ano, e da crise política institucional instalada...
  6. 6 Nesta entrevista, o secretário SESDEC, Antônio Carlos Reis, detalha as ações da polícia no combate à criminalidade, os avanços na pasta e a inauguração das Unidades Integradas de Segurança Pública...
  7. 7 Nesta entrevista, a presidente da CAERD fala das ações da Companhia, do esforço do combate ao desperdício e as fraudes, e esclarece sobre a Operação Kairós, que devassou a Estatal...
  8. 8 ​Nesta entrevista com o secretário de obras do município, Gilson Nazif, ele fala de etapas, avanços dos trabalhos na capital e se gaba, ninguém é mais comprometido com o município do que eu...
  9. 9 Na entrevista com o Vice Governador de Rondônia, Daniel Pereira, ele fala de avanços na administração, da crise na educação, do combate à violência no Estado, sobretudo na saúde...
  10. 10 Comandante geral quer aumentar ainda mais a operacionalidade da Corporação