09/01/2015 15:09:55 - Atualizado em 11/01/2015 12:56:10

Superintendente da Infraero fala de tráfego de passageiros

Porto Velho, Rondônia - O superintendente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Carlos Alberto de Menezes, foi o entrevistado desta sexta-feira (09) do programa A Voz do Povo, na rádio Cultura FM 107,9 apresentado interinamente por Francisco Matias.

Em pauta, as condições de tráfego e de absorção dos passageiros, a segurança dos voos e do aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira de Oliveira, em Porto Velho.

Carlos Alberto abriu a entrevista falando sobre o papel da Infraero. “Ela assegura a infraestrutura para a que a aviação possa desempenhar suas atividades e atender as necessidades de passageiros e de cargas. Pista, área de embarque e desembarque, entre outros, são de nossa responsabilidade”, detalhou.

Indagado sobre o fato de o aeroporto da capital ser internacional, mas só receber voos nacionais, ele disse que “tem o designativo de internacional, mas ainda não opera voos de aeronaves estrangeiras. Isso envolve muita coisa, muitos órgãos: Infraero, Receita Federal, Governo, a indústria, o comércio, o turismo, enfim. Mas, o aeroporto tem condições de operacionalizar, com todos os sistemas e equipamentos necessários, de controle aéreo e segurança de voo para que as operações sejam realizadas com segurança”.

Menezes disse que um encontro empresarial no ano passado, com autoridades peruanas, acenou com a possibilidade de voos partindo de Lima, no Peru, para Porto Velho. “Há esse projeto e esperamos que ele seja implementado”.

Segundo ele, “a Infraero administra apenas o aeroporto da capital. No interior de Rondônia, não atuamos, mas há esse projeto de expansão dos voos regionais e a Infraero vai atuar mais nesse segmento”.

Menezes informou que “em 2014 o número de passageiros cresceu e as operações de embarque e desembarque aumentaram em 20%. Não temos os números fechados, mas em dezembro de 2014 foram entre 85 mil a 90 mil passageiros que utilizaram o aeroporto da capital”.

Para ele, “a concorrência entre as empresas, a segurança nos voos e a diminuição dos valores das passagens, trouxeram mais passageiros e estamos trabalhando para atender à crescente demanda”.

fonte: Rondonoticias

comentar

comments powered by Disqus

Ultimas Notícias

mais lidas