16/03/2015 17:56:54 - Atualizado em 17/03/2015 13:38:50

​Manifestações retratam insatisfação da população, diz professor Marco Teixeira

Porto Velho, Rondônia: O Historiador, Escritor e Professor Universitário, Marco Teixeira, foi o entrevistado do Programa A VOZ DO POVO, desta segunda-feira (16), que vai ao ar de segunda à sexta-feira, pela Rádio Cultura FM, e apresentado pelo jornalista Arimar Souza de Sá. Em pauta, as manifestações que tomaram o Brasil no último domingo (15).

Para Marco Teixeira, esse comportamento revela a insatisfação generalizada por parte dos brasileiros e mostra a necessidade de profundas mudanças no País.

“O recado foi dado com as manifestações que tomaram conta das ruas pelo Brasil: há uma grande insatisfação popular e o povo tem todo direito de ir para rua”.

Para o professor, o recado para os governantes é de que as coisas devem ser feitas de forma mais correta. Na sua visão, a insatisfação e os protestos não são novidades no Brasil.

“Foi assim com José Sarney, com Fernando Collor, que passou por impeachment, em 1999 para 2000, com Fernando Henrique Cardoso. E agora vivemos isso como o PT”, disse.

De acordo com ele, os protestos e manifestações, não são uma exclusividade deste governo, Partido dos Trabalhadores. Na sua visão, esse processo se materializou no Brasil nos últimos 30 anos, e se não mudar o sistema, não muda o governo.

“E essas manifestações são o primeiro passo para que nossas autoridades acordem. Não tem como uma presidente assistir um protesto como esse, e não ficar preocupado”.

Ainda de acordo com ele, o eleitor foi enganado mais uma vez pelo marketing eleitoral, com promessas de campanha que não foram cumpridas. Para Marco Teixeira, tudo que vem acontecendo é culpa do próprio governo, que não tem diálogo. Ele avalia que essas manifestações são uma resposta do povo, que precisa de um governo mais justo. 

“A sociedade esperava outra coisa. Todos têm que pagar o custo do Brasil, não somente a classe trabalhadora”.

Na sua opinião, mudanças vão acontecer, e  2015 ainda será muito turbulento para a presidente Dilma. “O recado foi dado”, completou.

Segundo o professor, quando o PT chegou ao poder, o partido era a inovação, mas hoje, mantém apenas um programa de conquistas sociais, que não atende mais o clamor da população.

Ao final da entrevista, ele avalia que as recentes manifestações populares aumentam a urgência de uma reforma política. De acordo com Marco Teixeira, o desprestígio da atividade política nas últimas décadas é visível em todas as ruas e rodas de conversas travadas no Brasil. 

fonte: Rondonoticias

comentar

comments powered by Disqus

Ultimas Notícias

Editorial: Entrevista
  1. 1 Nesta entrevista, o Diretor Geral da Polícia Civil, Eliseu Muller, fala dos avanços no combate ao crime, da integração do aparelho policial e conclama a população a acreditar na Corporação. Confira...
  2. 2 Nesta entrevista, o professor Luiz Fernando Novoa, do Departamento de Ciências Sociais da Unir, debate Porto Velho, o Brasil do Futuro, e acha que eleições gerais devem ser convocadas. CONFIRA.
  3. 3 ​Nesta entrevista, o vereador Alan Queiroz, líder do prefeito na Câmara, faz uma análise dos primeiros atos da nova administração e se diz confiante nas ações de Hildon Chaves..
  4. 4 Nesta entrevista, o advogado Gilberto Baptista, Superintendente da FIERO, fala da crise na Indústria, na busca de soluções e defende melhor atenção a "hidrovia" do Rio Madeira...
  5. 5 Sophie Charlotte conta que parto de Otto durou 12 horas: 'Anestesia do meu próprio corpo'
  6. 6 ​Entrevista com o secretário municipal da agricultura, Leonel Bertolin, falando a respeito do vigor agronegócio de Porto Velho e da posição estratégica do município para exportação...
  7. 7 Nesta entrevista, o juíz eleitoral Juacyr Junior, fala da anulação do impeachment, discorre sobre a regra eleitoral para as eleições deste ano, e da crise política institucional instalada...
  8. 8 Nesta entrevista, o secretário SESDEC, Antônio Carlos Reis, detalha as ações da polícia no combate à criminalidade, os avanços na pasta e a inauguração das Unidades Integradas de Segurança Pública...
  9. 9 Nesta entrevista, a presidente da CAERD fala das ações da Companhia, do esforço do combate ao desperdício e as fraudes, e esclarece sobre a Operação Kairós, que devassou a Estatal...
  10. 10 ​Nesta entrevista com o secretário de obras do município, Gilson Nazif, ele fala de etapas, avanços dos trabalhos na capital e se gaba, ninguém é mais comprometido com o município do que eu...