RONDONOTICIAS sexta-feira, 16 de novembro de 2018 - Criado em 11/10/2001

Cristiano Ronaldo faz golaço, mas Juve leva virada do United em Turim


Notícias ao Minuto

08/11/2018 09:01:38 - Atualizado


Juventus recebeu o Manchester United nesta quarta-feira, contou com atuação de gala de Cristiano Ronaldo e dominou boa parte dos 90 minutos, mas quem comemorou foi o time inglês. Com uma incrível virada nos minutos finais, os comandados de José Mourinho fizeram 2 a 1, calaram o estádio em Turim e mantiveram o Grupo H da Liga dos Campeões em aberto.

Liderada por Ronaldo, em mais um reencontro com o clube que o projetou para o futebol mundial, a Juventus criou as principais chances da partida, acertou a trave duas vezes e viu o português dar a liderança no placar. Mas o Manchester, até então quase inoperante, se aproveitou de duas jogadas de bola parada para buscar a vitória no fim.

O resultado ainda manteve a Juventus na liderança da chave, com nove pontos, mas a impediu de garantir a classificação antecipada. O Manchester subiu para sete pontos e ficou mais próximo da vaga. O Valencia, ainda sonhando com a próxima fase, tem cinco, enquanto o Young Boys aparece com apenas um.

Cristiano Ronaldo mostrou que estava a fim de jogo desde os primeiros minutos e não demorou para incomodar a defesa adversária. Aos quatro, arriscou a primeira. Aos 15, tentou de longe mais uma vez. Mas foi só aos 33 que a Juventus criou sua grande chance até então, em finalização de Cuadrado que De Gea voou para salvar.

Mas o jogo era de Ronaldo, que, no minuto seguinte, criou grande oportunidade para Khedira, que acertou a trave. A resposta do Manchester só veio após o intervalo, quando o time inglês levou perigo pela primeira vez. Martial invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado, rente à trave.

A Juventus, então, tratou de retomar o controle e respondeu aos quatro minutos. Dybala girou sobre a marcação e arriscou do bico da área, no travessão. Até que, aos 19, saiu o gol. Bonucci deu lançamento longo para Ronaldo, que arrancou nas costas de Lindelöf e emendou de primeira, sem deixar a bola cair. O chute saiu forte, sem chances para De Gea, que mal teve reação.

O gol tornou o domínio da Juventus ainda maior, e o time de Turim passou a acumular chances perdidas. Aos 21, Ronaldo recebeu pela direita, pedalou para cima da marcação e tocou para Pjanic, que exigiu grande defesa de De Gea. Aos 28, o português deixou Cuadrado em ótimas condições, mas o colombiano isolou. O bombardeio seguiu aos 31, com a tentativa de longe de Pjanic, que passou muito perto do travessão. O Manchester só voltou a assustar aos 34, também em chute de longe de Rashford, à direita do gol.

Dominado em boa parte dos 90 minutos, o time inglês só poderia depender da bola parada, e foi assim que chegou à virada. Aos 40, Mata aproveitou falta na meia-lua e cobrou com perfeição, sem chances para Szczesny. E já aos 44, Fellaini desviou falta batida para a área, o goleiro polonês falhou e a Alex Sandro empurrou contra o próprio gol.



Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.