RONDONOTICIAS quinta-feira, 25 de abril de 2019 - Criado em 11/10/2001

Comissão aprova locais de competição: Vilhena está apta para Jogos Paralímpicos

Município será palco da maior competição de atletas especiais de todo o Estado, com quase 1.000 envolvidos.


08/04/2019 17:49:23 - Atualizado

VILHENA - Após Vilhena ser confirmada como sede dos Jogos Paralímpicos Estaduais de Rondônia de 2019, a equipe da Seduc (Secretaria de Estado de Educação) esteve na cidade na última semana com o objetivo de inspecionar os locais de competição.

O prefeito Eduardo Japonês ressalta a importância do evento e destaca o quão fundamental é a inclusão de pessoas portadoras de deficiências na sociedade. “Temos uma grande honra em ser a sede dos Jogos Paralímpicos este ano. O encaixe do aluno com deficiência dentro do Esporte é de suma importância para ele estar ainda mais preparado para os desafios da vida. Neste ano vamos ter a inclusão dos alunos da nossa cidade nos jogos, algo que não acontecia”, garantiu Eduardo.

A equipe da Seduc estava sendo liderada por Ítalo Aguiar, Gerente de Educação Física Arte Cultura e Esporte Escolar. Na visita foram avaliados diversos locais da cidade para a prática de esportes e pontos de alimentação. De acordo com Ítalo, Vilhena é um município grande, com boa estrutura, mas que não vinha participando dos jogos paralímpicos. “Cerca de 90% dos alunos que disputam os jogos Paralímpicos são da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). Infelizmente Vilhena não participava, mas verificamos que a cidade tem ótimas condições para receber as partidas”, revela.

De acordo com Evandro Marcos, responsável pelo Núcleo de Educação Física e Cultura Escolar da Seduc, a comissão já estipulou os locais das competições. O Clube dos Estados deve sediar as competições de natação e tênis de mesa. O CTG (Centro de Tradições Gaúchas) receberá as partidas de bocha e bocha adaptada. O Estádio Portal da Amazônia contará com disputas de atletismo. Já as demais competições acontecerão no Ginásio Jorge Teixeira e também no Ginásio da AVV (Associação Vilhenense de Voleibol).

A comissão designou dois salões para centro de convivência e locais de alimentação, no Clube dos Estados e na igreja Nossa Senhora da Aparecida. A escolha de um dos dois deve ser feita nas próximas semanas.

A Prefeitura de Vilhena segue em andamento com o projeto para a reforma e adaptação do Ginásio Municipal, principalmente em aspectos que envolvem a acessibilidade. “Estamos nos empenhando para deixar o estádio bem preparado para receber qualquer tipo de competição desde que assumimos a Prefeitura. É um desafio grande, já que o estádio precisa de muitas coisas. No entanto, já avançamos bastante e ainda neste ano teremos um Estádio exemplar”, garante Silmar de Freitas, secretário de Esporte de Vilhena.

PARTICIPAÇÃO DOS ALUNOS

Em uma na Seduc em Vilhena, com diversos diretores escolares, a organização ressaltou a importância dos jogos para a inclusão dos alunos. Também esteve presente a diretora da Apae de Vilhena, Karla Bortolozo que se mostrou aberta em colaborar na inclusão dos alunos da entidade nos jogos.

De acordo com a comissão, mais de 900 pessoas estão envolvidas nos Jogos Paralímpicos em Vilhena este ano, recebendo alunos que disputarão as competições em três categorias: idades de 12 a 14, 15 a 17 e também a partir dos 17 anos.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.