publicidade

Elenco do Guajará se fecha e faz pacto de união para fazer boa campanha em 2018

GUAJARÁ-MIRIM,RONDÔNIA- A campanha do Guajará em 2017 não foi das melhores, o time acabou os dois turnos como lanterna, tendo o pior ataque e a defesa mais vazada do Campeonato Rondoniense.

Para reescrever uma nova história e dar a volta por cima, o atual elenco trabalha em dois períodos e se fechou em um pacto de união entre os jogadores pratas da casa e os que foram contratados de fora do estado.

Para o treinador Tinho, diferente da temporada passada, quando aconteceram várias brigas internas e desentendimentos, neste ano o clima é outro e o grupo sente o ambiente mais leve, embora cada um busque o seu espaço dentro de campo.

- As preleções antes dos treinos e jogos amistosos falam de união, determinação, guerra e entrega, palavras que viraram parte do vocabulário dos atletas diariamente. O foco do plantel está voltando única e exclusivamente ao jogo contra o Genus no próximo dia 12, já valendo pelo Estadual - declara o treinador.

Vários jogadores mais experientes aparecem e assumem a responsabilidade de chamar para si a referência dentro e fora de campo, como o goleiro Júnior Silva, o zagueiro Salatiel e o meia Tatico, que é o mais velho do grupo, com 38 anos.

Para Tinho, a união fortalece o objetivo de buscar o título e a classificação histórica para uma competição nacional, após ter participado da Copa do Brasil 17 anos atrás.

Este é o único jeito de alcançar a glória, todos remando do mesmo lado e sem vaidades no grupo. Se não corrermos todos juntos, vamos nadar, nadar e morrer na praia, sem chegar a lugar algum. O grupo está de parabéns e vejo muita motivação neste sentido – diz o treinador.

O zagueiro Salatiel, um dos pratas da casa e ídolos da torcida, conta que espera fazer uma boa campanha nesta temporada e que sente o ambiente melhor após uma conversa franca entre o elenco

– Todos temos o mesmo foco. Nos fechamos e vamos buscar o melhor para o GEC para dar alegrias ao nosso torcedor. A responsabilidade é de todos nós – afirma o defensor.

fonte: G1 RO

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.

publicidade