publicidade

Oprah comove público com discurso sobre força de mulheres em prêmio: 'Orgulhosa'

Apresentadora recebeu o troféu Cecil B. DeMille pelo conjunto da obra no Globo de Ouro

Oprah Winfrey foi homenageada com o prêmio Cecil B. DeMille, pelo conjunto da obra, no Globo de Ouro 2018, neste domingo (7). A atriz foi a primeira mulher negra a receber o troféu na cerimônia realizada na Califórnia, nos Estados Unidos. Em seu discurso de agradecimento, a apresentadora emocionou o público ao citar os recentes escândalos de assédio em Hollywood - como a denúncia contra Kevin Spacey e a saída do produtor de "Mulher-Maravilha" após acusações - e exaltar a força das mulheres. Ao iniciar, Oprah relembrou Sidney Poitier, primeiro negro a vencer na categoria de Melhor Ator em 1964: "Em 1982, Sidney recebeu o prêmio Cecil B. DeMille aqui no Globo de Ouro, e eu sei que, neste momento, há algumas garotinhas assistindo eu me tornar a primeira mulher negra a receber esse mesmo prêmio. É uma honra – é uma honra e é um privilégio compartilhar a noite com todas elas e também com os incríveis homens e mulheres que me inspiraram, que me desafiaram, que me apoiaram e fizeram minha jornada até esse ponto possível".

FALAR SUA VERDADE É A FERRAMENTA MAIS PODEROSA'

A atriz de "O Mordomo da Casa Branca", primeiro lugar nas bilheterias norte-americanas, decidiu uma parte do discurso para exaltar o trabalho da imprensa e da Associação dos Correspondentes Estrangeiro: "Sabemos que a imprensa está sob cerco nos dias de hoje. Nós também sabemos que é a dedicação insaciável para descobrir a verdade absoluta que nos impede de fechar os olhos para a corrupção e à injustiça – para tiranos e vítimas, e segredos e mentiras. Eu quero dizer que eu valorizo a imprensa mais do que nunca, enquanto tentamos navegar esses tempos complicados, o que me faz pensar nisso: o que eu sei com certeza é que falar sua verdade é a ferramenta mais poderosa que todos nós temos".

'ESTOU ESPECIALMENTE ORGULHOSA E INSPIRADA POR TODAS AS MULHERES'

No palco, Oprah exaltou a força das mulheres em meio a denúncias recentes de assédio e abuso sexual na indústria cinematográfica: "Eu estou especialmente orgulhosa e inspirada por todas as mulheres que se sentiram fortes o suficiente e empoderadas o suficiente para falar e compartilhar suas histórias pessoais. Cada um de nós nesta sala é celebrado por causa das histórias que contamos, e este ano nós nos tornamos a história". A artista ainda citou outras que são anônimas: "Então, eu quero hoje a noite expressar gratidão a todas as mulheres que sofreram anos de abuso e agressão porque eles, como minha mãe, tiveram filhos para se alimentar e contas a pagar e sonhos para perseguir. São as mulheres cujos nomes nunca conheceremos. São trabalhadoras domésticas e trabalhadoras agrícolas. Elas estão trabalhando em fábricas, em restaurantes, estão nas universidades, engenharia, medicina e ciência. Elas fazem parte do mundo da tecnologia, da política e dos negócios. Elas são nossos atletas nas Olimpíadas e elas são nossas soldadas nas forças armadas".

'SAIBAM QUE UM NOVO DIA ESTÁ NO HORIZONTE!'

Para finalizar, Oprah direcionou o discurso para aqueles que se inspiram em sua trajetória: "Entrevistei e retratei pessoas que resistiram às coisas mais feias que a vida pode oferecer, mas uma qualidade que todos parecem compartilhar é a capacidade de manter a esperança para uma manhã mais clara, mesmo durante as noites mais sombrias. Então eu quero todas as garotas assistindo aqui, agora, saibam que um novo dia está no horizonte! E quando esse novo dia finalmente amanhecer, será por causa de muitas mulheres magníficas, muitas das quais estão aqui neste auditório esta noite e alguns homens fenomenais, lutando para garantir que se tornem os líderes que nos levam ao tempo em que ninguém nunca mais terá de dizer 'Eu também'".

CONFIRA A LISTA DE VENCEDORES DO GLOBO DE OURO:

Melhor Filme de Drama: 'Três Anúncios Para um Crime

Melhor Ator em Filme de Drama: Gary Oldman – 'O Destino de Uma Nação'

Melhor Atriz em Filme de Drama: Frances McDormand – 'Três Anúncios Para um Crime'

Melhor Filme de Comédia ou Musical: 'Lady Bird: É Hora de Voar'

Melhor Ator em Filme de Comédia ou Musical: James Franco – 'Artista do Desastre'

Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical: Saoirse Ronan – 'Lady Bird: É Hora de Voar'

Melhor Ator Coadjuvante em Filme: Sam Rockwell – 'Três Anúncios para um Crime'

Melhor Atriz Coadjuvante em Filme: Allison Janney – 'I, Tonya'

Melhor Diretor: Guillermo del Toro – 'A Forma da Água'

Melhor Roteiro: 'Três Anúncios Para um Crime'

Melhor Filme de Animação: 'Viva: A Vida É Uma Festa'

Melhor Trilha Sonora: 'A Forma da Água'

Melhor música original: 'This Is Me' – 'O Rei do Show'

Melhor Filme Estrangeiro: 'Em Pedaços' (Alemanha)

Melhor Série de Drama: 'The Handmaid's Tale'

Melhor Ator em Série de Drama: Sterling K. Brown – 'This Is Us'

Melhor Atriz em Série de Drama: Elisabeth Moss – 'The Handmaid's Tale'

Melhor Série de Comédia ou Musical: 'The Marvelous Mrs. Maisel'

Melhor Ator em Série de Comédia ou Musical: Aziz Ansari – 'Master of None'

Melhor Atriz em Série de Comédia ou Musical: Rachel Brosnahan – 'The Marvelous Mrs. Maisel'

Melhor Minissérie ou Telefilme: 'Big Little Lies'

Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme: Ewan McGregor – 'Fargo'

Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme: Nicole Kidman – 'Big Little Lies'

Melhor Ator Coadjuvante em TV: Alexander Skarsgård – 'Big Little Lies'

Melhor Atriz Coadjuvante em TV: Laura Dern – 'Big Little Lies'

fonte: purepeople

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.

publicidade