RONDONOTICIAS sexta-feira, 19 de abril de 2019 - Criado em 11/10/2001

Exportação de Rondônia já atinge 212,2 milhões de ton em 2019

Só a carne gerou mais de U$ 80,7 milhões para o estado este ano. Soja também é destaque


25/03/2019 14:50:49 - Atualizado

RONDÔNIA - A Coordenadoria de Desenvolvimento Agropecuário da Secretaria de Agricultura (Seagri) revela que a carne representa 53% no computo geral das exportações no estado de Rondônia. A soja, até o momento 26%. Contudo, a carne entra nesta faixa com apenas 13% de todo o bolo do que é exportado pelo Estado. O impressionante é que a soja participa com 60% do volume de tudo que é exportado.

O volume exportado pelo estado de Rondônia em 2019 totalizou 212,2 milhões de toneladas com destaque para soja com 127,2 mil toneladas, representando US$ 43,4 milhões, que ao serem convertidos em reais representam algo em torno de R$166,3 milhões. O estado exportou neste período 27,1 mil toneladas de carne, entesourando em US$ 80,7 milhões, o que representa R$340,8 milhões de reais.

A soja participa com 60% do volume de tudo que é exportado

E tem mais: soja e carne totalizam 79% de todo o valor que é negociado no mercado interno e 73% do volume exportado para o mundo, principalmente para Ásia, China e outros países. Os governos de Rondônia e Acre trabalham no sentido de que a carne dos dois estado seja certificada ainda em 2019, para alcançar o Mercado Comum Europeu e Estados Unidos.

Tem espaço sobrando para crescer

Na opinião do secretário de Agricultura, Evandro Padovani, o estado tem um potencial imenso para crescer, embora neste momento a região esteja sendo castigada pelo inverno Amazônico com excesso de chuvas, mas os produtores rurais já conseguiram colher mais de 70% das lavouras cultivadas. Para o secretário, as novas tecnologias, insumos e equipamentos de primeira geração, estão permitindo que num curto espaço de tempo os agricultores possam plantar e colher com mais qualidade.

Mais de um milhão de toneladas

O gerente comercial da Central Agrícola, em Vilhena, Robson Rizzon, frisa que as perdas em consequência das chuvas esporádicas na região do Cone Sul são irrisórias e não há condições de se dimensionar estes percentuais. Ele confirmou que a projeção para a colheita de soja gira em torno de 1,1 milhão de toneladas nesta safra, com uma produção média em torno de 55 a 60 sacas de 60 quilos por hectare de lavoura cultivada.

É importante salientar que as áreas cultivadas com soja em Rondônia ocupam pouco mais de 1% do solo próprio para lavouras desta oleaginosa, 260 mil hectares, distribuídos nos 52 municípios, enquanto a pecuária esta presente em mais de 8 milhões de hectares. A soja também está chegando com força no município de Porto Velho propiciando duas colheitas anuais.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.