RONDONOTICIAS terça-feira, 17 de setembro de 2019 - Criado em 11/10/2001

Operação pretende prevenir e combater focos de calor e incêndios


Secom

23/08/2019 16:14:31 - Atualizado



RONDÔNIA - O Governo de Rondônia inicia, nesta sexta-feira (23), a Operação Jequitibá de prevenção e combate aos focos de calor e incêndios no Estado, com ações integradas entre o Corpo de Bombeiros, Instituto Chico Mendes (ICMBio), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) e Prev Fogo/Ibama. Numa reunião no formato de Sala de Situação entre representantes dos órgãos envolvidos, na quinta-feira (22), foram traçados os detalhes da Operação.

O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, conduziu a reunião entre os órgãos que estão envolvidos na força-tarefa. “Cheguei a conversar com o ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) sobre a situação de Rondônia, principalmente sobre a fumaça que acarreta tantos problemas de saúde à população. Ele deixou à disposição aeronaves usadas para combater incêndios que poderão ser utilizadas pelo Estado, caso seja realmente necessário”, destacou o governador.

Mas o objetivo das equipes envolvidas na Operação Jequitibá é que não seja necessário chegar a esse ponto. As equipes partem, já no sábado (24), para atuar em áreas do Estado que apresentam maior incidência de focos de calor e incêndios. “A operação será coordenada pelo Corpo de Bombeiros. Cada instituição atuará dentro de sua especificidade e logística”, explica o coronel Demargli Farias, comandante do Corpo de Bombeiros de Rondônia.

Desta forma, o Corpo de Bombeiros e Prev Fogo atuarão no combate à incêndios; o ICMBio na articulação, colaboração mutua entre as equipes e demais ações; o BPA, se necessário, realizará prisões de pessoas responsáveis por queimadas e qualquer outro tipo de crime ambiental; e a Sedam dará continuidade às ações preventivas de Educação Ambiental como forma de combater incêndios, além das ações de fiscalização e aplicação de multa contra pessoas ou instituições responsáveis por queimadas criminosas.

Sala de Situação composta por representantes de várias instituições para traçar os detalhes da Operação Jequitibá

SALA DE SITUAÇÃO

A Sala de Situação foi articulada pelo chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves, que intercede para agilizar os detalhes indispensáveis para a execução da Operação. “Será necessária a elaboração de um decreto de situação de emergência para que os órgãos possam operar. O documento está sendo elaborado pelo Corpo de Bombeiros e vamos agilizar os trâmites para que, a partir de hoje, os órgãos possam atuar de maneira ampla”, garantiu Júnior Gonçalves.

O governador Marcos Rocha parabenizou a ação integrada e união das equipes e ressaltou a importância da intervenção imediata tanto em relação a proteção do Meio Ambiente quanto à saúde da população do estado de Rondônia.

FISCALIZAÇÃO

De acordo com Elias Rezende, secretário da Sedam, ao longo do período de estiagem deste ano foram emitidos mais de 700 autos de infração especificamente para responsabilizar o ato de incêndio na vegetação. “Aplicamos multas pesadas naquelas pessoas que foram constatadas por nossas equipes praticando queimadas. Nós temos equipes atuando no Estado, além de nossos escritórios regionais, todos com suas forças concentradas para resolver esse problema das queimadas”, enfatizou.

 INCÊNDIOS E FOCOS DE CALOR

Segundo o Corpo de Bombeiros, no mês de agosto foi registrado aumento de 370% de focos de calor em relação a agosto do ano passado. E 75% dos focos acontecem em seis municípios localizados na porção norte do Estado, são eles: Porto Velho, Cujubim, Candeias do Jamari, Nova Mamoré, Machadinho do Oeste e Buritis.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.