RONDONOTICIAS domingo, 12 de julho de 2020 - Criado em 11/10/2001

Servidores da Saúde pedem equiparação ao salário dos policiais


João Paulo Prudêncio

Publicada em: 26/05/2020 11:48:19 - Atualizado


RONDÔNIA - A pandemia de Coronavírus vem trazendo para o debate mais amplo uma questão que há bastante vem sendo colocado em pauta no estado de Rondônia, mas sempre deixada em segundo plano, a valorização salarial dos profissionais de saúde.

Desde o avanço do COVID-19, já foram registradas diversas mortes e infecção de centenas de servidores da saúde, tornando o ambiente de trabalho dessas pessoas, que atuam na linha de frente, um local de tensão e propício para novas infecções.

A promessa de uma revisão salarial digna e a implantação de um plano de carreira para esses profissionais já vem de longa data e passou pelas promessas de quase todos os governadores rondonienses eleitos democraticamente, porém, nunca chegou.

Mas, a readequação salarial dos profissionais da segurança pública veio através do Projeto de Lei apresentado pelo Executivo Estadual que simplesmente excluiu profissionais de Enfermagem e outras categorias da Saúde de aumentos salariais, contemplando exclusivamente as Forças de Segurança, com salário-base de 5 a 21 mil reais.

Essa medida revoltou os trabalhadores da Saúde rondonienses e mobilizou inclusive a bancada de Rondônia no Congresso Nacional, deputados como Léo Moraes e Mauro Nazif cobraram de forma direta a readequação salarial desses trabalhadores.

Nesta última segunda-feira (25) sindicatos e associações que representam médicos, enfermeiros, auxiliares, técnicos, entre outros trabalhadores da área da Saúde no Estado entregaram na Casa Civil um ofício onde apresentam sua proposta.

De acordo com o documento emitido pela categoria, o salário do médico plantonista seria R$ 21.740,93 e o ordenado dos profissionais de nível superior ficaria em R$ 8.570,23. Técnicos de enfermagem e agentes administrativos receberiam o equivalente à R$ 4.087,80 e auxiliares administrativos passariam a ganhar R$ 2.452,68.

Esses valores equiparariam os salários da saúde com o da segurança pública, ambos setores vitais para a sociedade. Uma manifestação em frente aso Centro Político Administrativo –CPA, em Porto Velho, será promovida pelos profissionais da Saúde na manhã desta quarta-feira (27).


MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br