RONDONOTICIAS sábado, 15 de dezembro de 2018 - Criado em 11/10/2001

Continua a greve dos trabalhadores do transporte público na capital


Rondonoticias

09/08/2018 08:36:34 - Atualizado



PORTO VELHO, RONDÔNIA - Os trabalhadores do transporte coletivo na cidade de Porto Velho decidiram na manhã desta quinta-feira (09.08), continuar com o movimento grevista, mesmo com imposição de multa no valor de R$200 mil e R$20 mil por cada ônibus parado.

Segundo o sindicato da categoria, trata-se de uma decisão unânime, e alega que só irão retornar as atividades quando o Consórcio Sim, retomar o pagamento do reajuste de 4% retirado dos trabalhadores, além de pagar o retroativo.

Na quarta (08), o TRT de Rondônia, aumentou a multa estipulada ao Sitetuperon, caso não disponibilizasse o percentual mínimo de ônibus circulando, durante o período de greve da categoria. Decisão anterior da Justiça trabalhista determinou 90% da frota durante o horário de pico e 70% nos demais horários. Em caso de descumprimento haveria multa de R$ 100 mil por dia e R$ 10 mil por cada veículo parado.

Além disso, a Prefeitura foi ao Judiciário novamente, pedir novamente o aumento da multa e bloqueio das contas do Sitetuperon. A desembargadora Socorro Guimarães, no entanto, apenas aumentou a multa, afirmando que não há como precisar o percentual de veículos paralisados, mesmo com o Consórcio Sim afirmando a paralisação de 100% da frota. A multa então foi majorada para R$ 200.000 por e R$ 20 mil por ônibus parado. Ainda na decisão, a desembargadora determinou audiência de conciliação para a próxima sexta-feira (10), às 14 horas.


Leia mais: Greve do transporte coletivo da capital é ilegal e SIM convoca trabalhadores

Consórcio SIM emite nota sobre a paralisação dos trabalhadores do transporte coletivo

Trabalhadores do transporte coletivo na capital entram em greve nesta quarta-feira


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.