RONDONOTICIAS domingo, 25 de agosto de 2019 - Criado em 11/10/2001

Sindicatos unificados mobilizam ato público em defesa da aposentadoria

Trabalhadores em educação de Rondônia, organizados pelo Sintero, foram às ruas de Porto Velho, nessa terça-feira (13)


Assessoria Sintero

14/08/2019 10:19:28 - Atualizado

PORTO VELHO RO - Mais uma vez, os trabalhadores em educação de Rondônia, organizados pelo Sintero, foram às ruas de Porto Velho, nessa terça-feira (13), durante a Paralisação Nacional, convocada pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), para registrar sua insatisfação contra os recentes ataques à Educação Pública e contra o desmonte da aposentadoria, orquestrada através da Reforma da Previdência (PEC 06/2019).

A Praça das Três Caixas D’Água e as ruas do Centro de Porto Velho, voltaram a serem tomados por manifestantes insatisfeitos com a proposta de Reforma da Previdência, por entender que ela pune, principalmente, os trabalhadores. Destaca-se que o texto da PEC 06/2019 propõe mudanças na idade mínima, tempo de contribuição, cálculo do benefício, alíquota de contribuição, entre outros.

Os estudantes também estiveram presentes para protestar contra o processo de privatização das universidades a partir do programa “Future-se” e para cobrar o fim dos cortes da educação, que estão sucateando escolas e universidades públicas e impossibilitando o pleno funcionamento destas instituições.

De acordo com a presidente do Sintero, Lionilda Simão, a entidade continuará firme na luta para defender os direitos e interesses dos trabalhadores. "Muitas pessoas ainda não conseguiram enxergar os efeitos nocivos que o atual governo apresenta. Entretanto, continuaremos firmes na luta contra o desmonte da educação e da previdência. Por isso, afirmamos que o Sintero continuará atendendo ao chamado da CNTE e lutando para que nosso país possa se desenvolver e oferecer condições de trabalho digno para o povo brasileiro", disse.

Também foram organizadas mobilizações em todas as Regionais do Sintero, espalhadas pelo interior do Estado.

Participaram da Paralisação Nacional representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil (CTB), Universidade Pública de Rondônia (Unir), Instituto Federal de Rondônia (Ifro), Frente Brasil Popular, Asfoc, Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE), Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia (Sindsef), Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos de Rondônia (Sintect), entre outros. 


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.