publicidade

Com sarampo registrado, cidade terá vacinação e banco de sangue pode ser afetado no Estado

Doações precisam ser feitas antes da vacina, alerta assistente social

Com o registro de um caso suspeito de sarampo em Vilhena, doença que parecia ter sido erradicada há quase 20 anos, autoridades de Saúde deflagraram uma campanha de vacinação na cidade. A imunização contra o sarampo, no entanto, pode provocar um efeito colateral e afetar o estoque de sangue do hemocentro local.

Segundo alerta a assistente social Michely Toledo, é preciso que as pessoas doem sangue antes da vacinação, pois elas não poderão fazer isso pelos 30 dias seguintes à imunização.

“Tememos que nosso estoque não consiga suprir a demanda, caso os doadores não compareçam antes da vacina. Ressaltamos a orientação para que a população forme grupos, chame a atenção dos amigos, compartilhe essa informação e venha realizar sua doação”, orienta Michely.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.

publicidade