RONDONOTICIAS terça-feira, 25 de junho de 2019 - Criado em 11/10/2001

ATUALIZADA: Jovem morta em incêndio foi vítima de homicídio

Um menor de 17 anos foi apreendido acusado de estrangular Camila antes de atear fogo na casa


Rondonoticias

13/04/2019 09:02:23 - Atualizado

Foto: Rede Social

BURITIS RO - Investigações da Polícia Civil, deram uma reviravolta no caso da jovem Camila Sacoman, 17 anos, encontrada morta carbonizada na manhã deste sábado (13). De acordo com informações preliminares, na verdade, Camila foi vítima de homicídio por estrangulamento e, portanto, não morreu por causa do celular na tomada como informado inicialmente, o que inclusive foi plantado pelo próprio assassino. 

De acordo com a Polícia, ela foi estrangulada com um fio de secador de cabelo antes da residência ser incendiada. Um menor, de 17 anos foi apreendido acusado de cometer o crime. 

O assassinato aconteceu em uma casa onde a jovem residia no Setor 3 em Buritis, interior do estado.

O crime

De acordo com as investigações da Polícia, Camila estava em uma festa na noite da última sexta-feira (12) com uma amiga. Em dado momento, a companheira da jovem e o ex-namorado dela começaram uma discussão.

Para a situação não piorar, Camila teria tirado a amiga do ambiente. Porém, a jovem teria sido perseguida pelo suspeito e, assim que chegou em casa, o crime foi cometido.

Camila foi eleita Garota Rodeio da Exposição Agropecuária do município em 2018, e é filha de um empresário da cidade.

Momentos após a tragédia, a Rede Social de camila lotou de homenagens e mensagens de solidariedade. O velório e o enterro será no próprio município onde reside familiares e amigos.     

Matéria em atualização


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.