07/11/2014 16:21:20 - Atualizado em 07/11/2014 16:21:20

Desmatamento na Amazônia aumentou 122% em um ano

Brasília: Segundo análises mensais do sistema de alertas de desmatamento do Deter, concluídas desde 14 de outubro no Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (Inpe), foram devastados 1.626 km² de florestas entre agosto e setembro deste ano, crescimento de 122% sobre os mesmos dois meses de 2013.

De conhecimento dos dados devastadores desde o dia 24 de outubro, o governo preferiu adiar a divulgação do desmatamento na Amazônia para não prejudicar a votação da presidenta Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição.

Em agosto, foram desmatados 890,2 km², um salto de 208% sobre os 288,6 km² do mesmo mês de 2013. Em setembro foram 736 km², 66% mais que em setembro do ano passado.

Segundo o governo federal, o sistema Deter não foi criado para calcular áreas de desmatamento acumulado. Sua função é gerar informação de inteligência para orientar a fiscalização, pelo Ibama, de derrubadas ilegais. O dado oficial, mais preciso e anualizado, é obtido pelo sistema Prodes. Esse relatório anual ainda não tem data definida para ser divulgado e é referente a agosto de 2013 e julho de 2014.

De 2012 a 2013, a área total de corte raso apurada pelo Prodes havia sido de 5.891 km², com um aumento de 29% sobre 2011-2012.


comentar

comments powered by Disqus

Ultimas Notícias