RONDONOTICIAS quarta-feira, 17 de outubro de 2018 - Criado em 11/10/2001

Mais de mil pessoas seguem desaparecidas após tsunami e terremoto

Segundo último balanço oficial, 1.424 pessoas morreram e 2.500 estão feridas


Notícias ao Minuto

05/10/2018 10:56:42 - Atualizado


agência indonésia de gestão de desastres estimou, nesta sexta (5), que mais de mil pessoas podem ainda estar desaparecidas após o potente terremoto e o tsunami que devastaram parte do país.

Em declarações à Sky News, um porta-voz da agência disse que os desaparecidos concentram-se nas áreas de Petobo, Balaroa e Sigi.

A maioria das vítimas de Petobo podem estar soterradas debaixo de casas destruídas, cobertas por cerca de três metros de lama que entretanto solidificou.

As autoridades indonésias estabeleceram a próxima sexta-feira, quando se assinala uma semana da tragédia, como a data limite para encontrar pessoas com vida debaixo dos escombros. Depois deste sábado, a hipótese de encontrar sobreviventes torna-se praticamente nula.

O terremoto de magnitude 7.5 em Sulawesi, seguido de um tsunami com ondas de seis metros, destruiu casas e deixou centenas de milhares de pessoas desesperadas por comida e água.

Segundo o último balanço oficial, 1.424 pessoas morreram, 2.500 estão feridas e mais de 70 mil estão deslocadas.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.