RONDONOTICIAS quinta-feira, 15 de novembro de 2018 - Criado em 11/10/2001

Rússia investiga atentado suicida em agência de serviço de segurança

O jovem, que carregava explosivos, morreu e três funcionários do FSB ficaram feridos em Arkhangelsk, norte da Rússia


Notícias ao Minuto

01/11/2018 10:22:58 - Atualizado


A Rússia abriu uma investigação por suspeita de terrorismo após um adolescente de 17 anos cometer um atentado suicida nesta quarta-feira (31) na entrada de uma sede regional do FSB (Serviço Federal de Segurança, agência de segurança herdeira da KGB soviética).

O jovem, que carregava explosivos, morreu e três funcionários do FSB ficaram feridos em Arkhangelsk, norte da Rússia.

"Segundo as informações preliminares, a pessoa que entrou no edifício tirou do bolso um objeto não identificado que explodiu em suas mãos. Como consequência, sofreu ferimentos fatais", afirma um comunicado do Comitê Antiterrorista Russo.

A explosão aconteceu às 8h52 locais (2h52 de Brasília).

Investigadores afirmam que identificaram o adolescente como um morador da cidade, que fica a cerca de 1.000 km de Moscou, mas não revelaram sua identidade.

Eles divulgaram uma imagem de câmeras de segurança que mostraria o suspeito no lobby do prédio um jovem com sua mão direita dentro de uma bolsa que segurava com a mão esquerda.

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, afirmou à imprensa que o presidente russo Vladimir Putin foi informado do ataque, mas não fez outros comentários.

Os ataques contra a polícia ou os serviços de segurança são raros na Rússia, exceto no Cáucaso do Norte, região majoritariamente muçulmana, onde as autoridades enfrentam rebeldes islamitas.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.