RONDONOTICIAS quinta-feira, 2 de julho de 2020 - Criado em 11/10/2001

Número de mortos com coronavírus na Itália chega a 5,4 mil

A Defesa Civil, no entanto, apontou sinais de desaceleração: redução de 18% na comparação com o recorde de 793 óbitos no último sábado


Publicada em: 22/03/2020 15:19:38 - Atualizado

Subiu para 5.476 o número de mortos na pandemia do novo coronavírus na Itália (Sars-CoV-2), de acordo com balanço divulgado neste domingo (22) pela Defesa Civil. Segundo o órgão, o país registrou 651 falecimentos em um dia, o que representa uma redução de 18% na comparação com o recorde de 793 óbitos estabelecido em 21 de março. Essa também é a primeira vez desde quinta-feira (19) que o número de mortes diminui em relação ao dia anterior.

Ainda de acordo com a Defesa Civil, a quantidade de pacientes curados chegou a 7.024, alta de 15,7% em relação a sábado, enquanto o número de casos ativos cresceu 9,3%, menor índice desde 10 de março, e atingiu 46.638.

Desse total, 3.009 estão em UTIs; 19.846 estão internados em quartos normais; e 23.783 cumprem isolamento domiciliar.

Casos totais

Até o momento, a Itália contabiliza 59.138 contágios pelo novo coronavírus, após um crescimento de 10,4% na comparação com 21 de março. Essa é a menor taxa de expansão diária desde que a Defesa Civil começou a divulgar apenas um balanço por dia, em 28 de fevereiro.

Até 10 de março, quando entrou em vigor o decreto do governo que colocou todo o país em quarentena, os contágios cresciam a uma taxa média de 25,1% ao dia; agora o índice é de 20,3%. "Os números de hoje são menores que os de ontem, espero que isso continue. Não podemos abaixar a guarda, temos de manter as medidas adotadas e respeitar as indicações do governo", disse o chefe da Defesa Civil, Angelo Borrelli.

Para tentar reforçar a desaceleração no ritmo de novos contágios, o primeiro-ministro Giuseppe Conte decidiu fechar todas as indústrias e empresas não-essenciais e proibir o deslocamento de cidadãos entre municípios, a não ser em casos de urgência.


MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br