15/07/2015 10:30:48 - Atualizado em 15/07/2015 13:42:32

Delegados prestam esclarecimentos sobre a Murídeos

PORTO VELHO - RO - Os delegados da polícia federal, Acelino Vieira Damasceno, Delegado regional de combate ao crime organizado, e Marcus Vinicius Pioli, Delegado responsável pela operação "Murídeos",  neste momento, (10:30), estão prestando esclarecimentos sobre os detalhes da Operação Murídeos, cujas investigações, investigações que resultaram no cumprimento de mandados de busca e apreensão, além de condução coercitiva do prefeito de Porto Velho e vários secretários.

De acordo com os delegados, foram cumpridos 17 mandados de busca e apreensão e 20 mandados de condução coercitiva nesta capital, expedidos pela 2ª Seção do Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

As autoridades policiais informaram que foram duas linhas de investigações e dois inquéritos distintos. Uma é de cerne municipal, em Porto Velho, sobre a empresa contratada para eventos e show. Com suspeita de desvio de verbas públicas e "estranheza" na estrutura da empresa responsável contratada para realizar os eventos como o "Show da Virada" e "Natal".

Cautelosos, os delegados disseram que ninguém foi imputado em crimes, mas a operação tinha como meta apenas para colher depoimentos para apurar se o cenário é "criminoso" nas obras da escola estadual e na construção do Hospital de Urgência e Emergência de Rondônia (Huero). 

Na divisão de tarefas entre empreiteiro e órgão do Governo, o que gerou suspeita, originando a investigação com esse recurso proveniente do BNDES. Essa obra está inserida no planejamento do PIDISE - Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioeconômica do Estado de Rondônia.

Foram apreendidos lap tops e documentos pertinentes aos shows

fonte: Rondonoticias

comentar

comments powered by Disqus

Ultimas Notícias

mais lidas