17/07/2015 10:12:09 - Atualizado em 17/07/2015 10:23:12

Auditor da CGM, Júlio César Brito, admite erro e diz: "Secretário não é santo"

Júlio admitiu ter cometido um erro ao "permitir" o pagamento do show Alceu Valença...

Porto Velho, Rondônia: O auditor da Controladoria Geral do Município (CGM), Júlio  César Brito de Lima, durante CPI dos shows, nessa quinta-feira (16), pediu para depor sobre o caso mesmo sem ter sido citado pela comissão. 

Júlio admitiu ter cometido um erro ao "permitir" o pagamento do show Alceu Valença, e afirmou que o presidente da Funcuntural, Marcos Nobre, não é santo. 

Aos vereadores, o auditor disse ter assinado uma recomendação, junto com uma colega de trabalho, para que os valores não fossem pagos. No primeiro momento, segundo ele, houve acordo entre os membros da CGM para que, mesmo com recomendação contrária, o pagamento fosse feito. 

A mesma recomendação contrária foi feita no segundo pagamento, segundo Júlio, mas foi ignorada pelo presidente da Funcuntural. 

"Eu vim aqui admitir para os senhores que errei, mas ele (Marcos) também não é santo", disparou.

fonte: Rondonoticias

comentar

comments powered by Disqus

Ultimas Notícias