RONDONOTICIAS domingo, 18 de agosto de 2019 - Criado em 11/10/2001

JF ouve acusados de cometer crime contra o sistema financeiro em RO

Entre os envolvidos na denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal, está Adélio Barofaldi


ROndônia Dinâmica

23/05/2019 17:25:45 - Atualizado



Porto Velho, RO – A 3ª Vara Federal da Seção Judiciária de Rondônia ouve, na tarde desta quinta-feira (23), a defesa de setes réus acusados pelo Ministério Público Federal (MPF) de cometer crimes contra o sistema financeiro nacional. Entre eles está o vice-presidente de Desenvolvimento Econômico da Fiero, Adélio Barofaldi, também conhecido por comandar o Grupo Rovema no estado.

Além dele, respondem à ação do MPF: Alessandro Crispim Macedo, Elcide Alberto Lanzarin, Libório Hiroshi Takeda, Sérgio Seitoku Kiyam e Wilson da Silva Mamede Júnior. Eles eram, à época dos fatos relatados na denúncia, ligados à Diretoria da a Cooperativa de Credito Rural de Porto Velho (Portocredi).

Em 2013, um levantamento feito pelo Banco Central do Brasil junto à Portocredi apontou administração fraudulenta na gestão da entidade e resultou na condenação de seus gestores.

Em documento assinado naquele mesmo ano pelo então diretor do Banco Central Sidnei Corrêa Marques, designado pela instituição para apurar as irregularidades na Portocredi, houve a conclusão de que cooperativa concedeu descontos em operações de crédito a um grupo de associados formado por diretores, conselheiros e pessoas jurídicas que tinham relacionamento econômicos e familiares com os dirigentes.

A reportagem procurou um dos advogados que representam os acusados, mas a defesas não quis se manifestar.




Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.