RONDONOTICIAS terça-feira, 23 de outubro de 2018 - Criado em 11/10/2001

Justiça condena vereadora Ada Dantas a um mês de prisão por ofensas a professora


Rondoniaovivo

12/06/2018 17:14:47 - Atualizado

PORTO VELHO: O juiz Roberto Gil de Oliveira, da 1ª Vara do Juizado Especial Criminal de Porto Velho condenou a vereadora Ada Dantas Boabaid, a um mês de prisão em regime aberto, por ataques desferidos no Facebook contra a professora Judith dos Santos Campos, crime ocorrido no mês de julho de 2017. Na ocasião chamou a servidora pública de vários palavrões na rede social como: puta, vagabunda e quenga do PT.

A pena foi substituída pelo pagamento de R$ 2.000. Ao analisar a queixa-crime, o juiz afirmou que Ada Dantas teve intenção de agredir a professora. “As redes sociais tornaram-se terreno propício para o extrapolar do limite do respeito”, disse o Juiz. Embora o bate boca não tenha ocorrido pessoalmente, o magistrado crê que o imediatismo do Facebook equivale a não necessidade da presença física, uma vez que expõe e torna-se visível a todos os integrantes da rede.

Assim, demonstrado pelas provas que houve a intenção de ofender ficou configurado o crime de injúria. Sobre a conduta de Ada Dantas, o juiz considerou que, embora seja primária, ela “possui personalidade e conduta social desajustadas, rejeitando os bons princípios de convivência e dedicando-se à prática de ilícitos, em especial aos crimes contra a honra.”



Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.