RONDONOTICIAS quarta-feira, 26 de setembro de 2018 - Criado em 11/10/2001

Sindicalistas e primeiro escalão pressionam Daniel Pereira por candidatura


10/07/2018 09:47:49 - Atualizado

PORTO VELHO- Em uma reunião articulada pelo Chefe da Casa Civil Eurípedes Miranda e pelo Secretário Executivo do Governo, Capitão Marcelo Duarte, o governador Daniel Pereira (PSB) participou na noite desta segunda-feira, 09, de um encontro de natureza política com representantes de diversos sindicatos, que serviu como pré-lançamento de sua candidatura à reeleição.

Representantes do Sindsef, Sindisaude, Sindicato dos Bancários e Sintero, querem Daniel como candidato à reeleição, mas o governador voltou a confirmar seu compromisso com o senador Acir Gurgacz (PDT), dizendo que só discutirá o assunto se o pedetista não for candidato.

Daniel Pereira elogiou a iniciativa dos amigos, assessores de primeiro escalão, correligionários e sindicalistas, classificando o evento como um belíssimo pontapé inicial, deixando escapar sua vontade de ser candidato. Mas na mesma hora voltou a fugir do compromisso de seu sonho e enfatizou que sua vida política tem sido sempre foi pautada pelo compromisso, pela coerência e destacou que foi graças ao senador Acir Gurgacz (PDT) é que ele foi candidato a vice-governador e hoje é o governador de Rondônia, portanto, não pode traí-lo.

“Eu prometi ao senador Acir que se um dia ele fosse candidato a governador eu o apoiaria. Eu sou escravo daquilo que falo. O dia em que eu falar qualquer coisa pra vocês, pode acreditar que eu vou fazer. O maior patrimônio que a gente tem é a credibilidade”. “Eu dei minha palavra e vou cumpri-la”, disse.

De imediato e com o "coração na mão" Daniel Pereira não aceitou ser candidato ao governo, mas disse que vai aguardar uns 15, 20 ou 30 dias para ver como ficará a situação do senador Acir Gurgacz perante a justiça.

A porta para a candidatura de Daniel Pereira está aberta e ele deixou claro isso no final do discurso, dizendo que se Acir não for, ele vai correndo.

Veja o vídeo da reunião:


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.