RONDONOTICIAS quarta-feira, 21 de outubro de 2020 - Criado em 11/10/2001

Secretário da Sefin faz balanço das ações do governo

O secretário da Sefin Luís Fernando Pereira, afirmou que nenhum estado estava preparado para a pandemia do novo coronavírus...


Assessoria

Publicada em: 10/09/2020 16:58:47 - Atualizado

PORTO VELHO/RO - Durante entrevista ao Programa A VOZ DO POVO, nesta quinta-feira, 10, na Rádio Caiari, 103,1, o secretário da Sefin, Luís Fernando Pereira, afirmou que nenhum Estado estava preparado para a pandemia do novo coronavírus.

ACOMPANHE OS ASSUNTOS TRATADOS NO PROGRAMA:

Impactos da pandemia

Segundo o titular da SEFIN, "nenhum Estado estava preparado para a enfrentar a pandemia", por esse motivo as perdas de arrecadação do governo foram inevitáveis e as medidas de isolamento social tiveram uma consequência direta na receita.  "No mês de abril déficit na arrecadação foi de 13,9% em comparação com 2019. Nos meses de maio, junho e julho, tão foram registradas quedas, afirmou o secretário.  

Ações do Governo do Estado

Ele explicou que mesmo com tamanho prejuízo aos cofres públicos, o governo de Rondônia ainda disponibilizou mais de 600 milhões de reais exclusivamente para a área da saúde, dinheiro usado nas medidas de combate ao vírus. 

De acordo com o secretário, durante os últimos meses, o Estado criou vários programas, tanto para ajudar as empresas como para  combater a vulnerabilidade social. 

Outra ação importante destacada por Luis Fernando, foi a municipalização das medidas de isolamento social, tal medida possibilitou a retomada da economia em cidades onde o contágio era menor. 

Alta dos alimentos

conforme Luís Fernando a alta do preços dos alimentos é resultado de uma conjuntura momentânea e que medidas mais rígidas contra os varejistas precisam ser estudadas, pois existem fatores estruturais que motivaram o aumento.

Por outro lado, segundo ele, o aumento das exportações, o preço do dólar, a entressafra, o auxílio emergencial, dentre outros, foram fatores que estão elevando os preços dos produtos. No entanto, acentua o titular da SEFIN, medidas como tabelamento de preços vão contra a política de livre mercado praticada pelo governo federal.

O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, de meio dia às 13 horas, e é apresentado pelo historiador Francisco Matias, em substituição ao titular do programa Arimar Souza de Sá, que está afastado em cumprimento à Lei Eleitoral, por ser pré-candidato a vereador em Porto Velho.

Veja a entrevista completa:





MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br