RONDONOTICIAS quarta-feira, 3 de março de 2021 - Criado em 11/10/2001

Governador rechaça denúncia de promotor e diz que faltou conhecimento

Marcos Rocha, tom desabafo disse: "A denúncia do promotor foi uma afronta à honra do Estado".


Publicada em: 26/01/2021 22:49:59 - Atualizado

PORTO VELHO - RO - O Governador de Rondônia, Marcos Rocha - sem partido - reuniu a imprensa na tarde de terça-feira,26, para rebater denúncia feita pelo promotor de justiça, Geraldo Henrique Guimarães, sobre fraude por parte dos gestores da saúde do Estado, no tocante ao manuseio de leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI), para não aplicar  decreto com medidas mais restritivas, na intenção de frear a propagação do vírus.

Visivelmente nervoso, o chefe do executivo disse que a divulgação da denúncia foi um erro de interpretação do promotor. "é inadmissível falar que os profissionais que atuam na linha de frente do combate a covid-19 tenham cometido fraude. “Não é justo com esses nossos profissionais abnegados, que trabalham há meses nos estudos de forma técnica, sejam taxados de fraudadores. Fraudadores é algo muito sério, são pessoas que enganam para tirar alguma vantagem”, rechaçou o governador.

O chefe do executivo estadual sustentou que a denúncia do promotor Geraldo Henrique Guimarães é caracterizada por absoluta falta de conhecimento. “Acreditamos que tal situação tem sido por falta de conhecimento técnico cientifico, gerando uma ação precipitada de um único membro de uma instituição tão importante que é o MP/RO”, rebateu.

Marcos Rocha, complementou em tom desabafo: "A denúncia do promotor foi uma afronta à honra do Estado".

FALA DO SECRETÁRIO DE SAÚDE

Ao fazer uso da palavra, o secretário de saúde Fernando Máximo, disse que estranhou a atitude do promotor, de vez que o próprio Geraldo Henrique em companhia de duas promotoras, estiveram na Casa Civil e ele "desenhou" todo o quadro que a Saúde enfrenta e ele se deu por satisfeito e, agora, faz alarde. "É pesada essa afirmação, é a opinião de um promotor que as demais promotoras da saúde não compactuam com essa idéia".

Segundo o secretário,  isso é péssimo acusa-se a pessoa de uma coisa, solta na imprensa mas o "João" já está condenado sem condições de se defender. 

CONHEÇA A DENÚNCIA DO MP

O estopim da questão foi uma entrevista prestada por Henrique Guimarães ao portal paulista UOL, afirmando que o Estado fraudou o número de leitos de UTI para não aplicar decreto com medidas mais restritivas, na intenção de frear a propagação do vírus. 

De acordo com informações prestadas do promotor de justiça ao UOL, a fraude aconteceu no decorrer dos meses de dezembro e janeiro.

VEJA A MATÉRIA DO UOL COM ENTREVISTADO PROMOTOR

http://www.rondonoticias.com.b...



MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br