08/10/2016 09:14:31 - Atualizado em 08/10/2016 23:16:31

Bebê acometido de leucemia congênita, morre em Porto Velho

Porto Velho, Rondônia: Após movimentar centenas de pessoas para doar sangue em Porto Velho ao ser diagnosticada com leucemia congênita, a pequena Alice morreu na noite de sexta-feira (7), no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro. A recém-nascida foi diagnosticada com a doença com apenas 16 dias de vida, após ter febre baixa e as enfermeiras não conseguirem retirar sangue por ele não coagular.

A criança então foi levada à Maternidade Regina Passis e em seguida ao HB, onde os pais receberam o diagnóstico considerado grave e raro. No primeiro exame de sangue ela apresentou 600 mil leucócitos, quando o normal é 5 a 6 mil.

Após receber a notícia, o pai da bebê, Renato Pereira, teve dificuldades para finalizar o processo de traslado do corpo ao chegar na Central de Óbitos do município. A família gostaria de contratar os serviços de uma funerária em que um parente trabalha, porém, foram obrigados a escolher uma das funerárias do rodízio.

O funcionário que estava de plantão e não quis se identificar informou à família que uma lei complementar foi aprovada em agosto deste ano sobre o novo sistema. Segundo o funcionário, a funerária escolhida pela família não estava na vez do rodízio e eles teriam que escolher obrigatoriamente uma das que estavam no sistema.

"Este será mais um legado da Alice, porque as pessoas sofrem aqui por não terem a liberdade de escolher um serviço privado. Hoje só estavam as funerárias mais caras, e se nós não pudéssemos pagar?", indagou o pai da criança.

A família ainda não definiu o horário e local do velório da bebê.


comentar

comments powered by Disqus

Ultimas Notícias