RONDONOTICIAS terça-feira, 23 de outubro de 2018 - Criado em 11/10/2001

Investigadores dizem que alterações genéticas está associadas ao Parkinson

"Esta descoberta abre uma nova janela sobre os mecanismos moleculares dessas doenças neurodegenerativas", disse um dos responsáveis


Notícias ao Minuto

11/06/2018 10:17:12 - Atualizado

Pesquisadores portugueses colaboraram na descoberta de novas alterações genéticas associadas ao aparecimento do Parkinson e da demência associada a esta doença, segundo um estudo internacional.

A investigação, que foi publicada esta semana na revista científica Lancet Neurology, descobriu pela primeira vez variações no gene LRP 10 em pacientes com doença de Parkinson e Demência de Corpos de Lewy, que são condições neurodegenerativas cujas causas são ainda desconhecidas.

"Esta descoberta abre uma nova janela sobre os mecanismos moleculares dessas doenças neurodegenerativas comuns e pode abrir caminho para a identificação de novos biomarcadores e novas terapias modificadoras da doença", diz o líder da equipe de investigadores, Vincenzo Bonifati, do Centro Médico Erasmus de Roterdã.

Segundo uma nota enviada à agência Lusa, os investigadores lembram que, embora os casos de origem genética destas doenças sejam raros, "a identificação de novos genes é de elevada importância para o melhor conhecimento das alterações cerebrais que causam a doença e para o desenvolvimento de novos medicamentos".

O artigo publicado no final da semana passada associa defeitos no gene LRP 10 com o desenvolvimento de doença de Parkinson ou de Demência de Corpos de Lewy. Com informações da Lusa.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.