RONDONOTICIAS sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019 - Criado em 11/10/2001

Samu atendeu quase 20 mil ocorrências em 2018 na capital

Aumento é de 30% em relação ao ano anterior


Comdecom

04/02/2019 17:24:47 - Atualizado

PORTO VELHO RO - Os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Porto Velho (SAMU) realizaram 19.456 ocorrências, em 2018. Um aumento significativo, se comparado ao ano anterior, quando foram registrados 15.061 ocorrências. De 15.256 atendimentos com ambulância, 3.451 foram de orientações telefônicas e 749 trotes recebidos.

O número de ligações falsas gera transtorno à população, explica a gerente do Samu, Marta

Cavalcante. “O deslocamento de uma ambulância para uma ocorrência falsa gera consumo de combustível e a equipe pode deixar de prestar atendimento a quem realmente precisa”.

Mais de 2.850 chamadas foram acidentes de trânsito. A maioria envolvendo carro e motocicleta. Em 2017, foram 2.534 ocorrências envolvendo esse tipo de acidente.

“Nos finais de semana e vésperas de feriados, quando o consumo de bebidas alcoólicas aumenta, há maior incidência de chamadas para acidentes de trânsito”, salientou Marta Cavalcante. Em 2018 foram contabilizados 346 atropelamentos, 167 acidentes envolvendo carros, 329 envolvendo motos, 179 com motocicleta e bicicleta e 382 quedas com motocicleta.

O restante das ocorrências se dividem em urgências clínicas, agressão física, atendimento a paciente psiquiátrico, afogamento, queimadura, quedas, perfuração por arma de fogo e arma branca, tentativa de suicídio e remoção inter-hospitalar, entre outros.

Frota renovada e prédio reformado

Em 2018, o Samu teve sua frota de ambulâncias 100% renovada. Quatro veículos foram comprados pela Secretaria Municipal de Saúde, num investimento de R$ 716 mil, com recurso do Fundo Nacional de Saúde.

Mais cinco ambulâncias foram doadas pelo Ministério da Saúde, após a regularização da documentação e baixados os 21 veículos que constavam em pendência no MS.

O prédio do Samu também foi revitalizado, com nova pintura e telhado, fruto de um pedido do prefeito Hildon Chaves à Santo Antônio Energia, no valor de R$ 174 mil.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.