RONDONOTICIAS quarta-feira, 24 de julho de 2019 - Criado em 11/10/2001

Serviços de tecnologia do Governo de Rondônia podem ser solicitados por única ferramenta

A partir desta quarta-feira (8) para realizar qualquer chamado quanto aos serviços de tecnologia prestados pela superintendência, o servidor deve acessar o portal de atendimento


Secom

08/05/2019 12:07:13 - Atualizado

RONDÔNIA - Quase 150 chamados são realizados por dia na central de atendimento da Superintendência do Estado para Resultados (EpR), por meio de sete ferramentas. Essas ferramentas resultaram em aproximadamente dois mil chamados. Esse quantitativo de ferramentas diminuiu para apenas uma, o Portal de Atendimento baseada na plataforma de código aberto GLPI (Gestionnaire Libre de Parc Informatique). 

Nela, não só servidores que estão no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho, podem solicitar serviços, mas também servidores dos 52 municípios de maneira intuitiva e automatizada.

A partir desta quarta-feira (8) para realizar qualquer chamado quanto aos serviços de tecnologia prestados pela superintendência, o servidor deve acessar o portal de atendimento, fazer seu login preenchendo com número do CPF junto com a mesma senha utilizada para ter acesso ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Assim que realizar uma solicitação de serviço, essa será encaminhada diretamente para o setor responsável. As ferramentas da antiga plataforma estão sendo usadas para orientação da nova aplicação do sistema.

“Os servidores devem ficar atentos ao campo ‘Quem pode solicitar’ quando forem abrir um chamado. Nesse campo está informando quais servidores podem solicitar os serviços de acordo com a sua função, sendo ele dos Recursos Humanos, Chefe do setor de TI, Responsável pela secretaria ou demais”, fala Hudyson Barbosa, diretor executivo da informação e comunicação da EpR.

“Quem tiver dificuldades para realizar um chamado pode visualizar as orientações na plataforma de documentação operacional e gerencial. Os serviços disponíveis na plataforma estarão em constante atualização, integrando mais serviços, gerando mais organização, controle e gestão na superintendência.”, orienta Gener Emanoel, coordenador do projeto. A gerência de infraestrutura ainda prepara uma capacitação para os servidores que estão no Palácio Rio Madeira e também vai produzir formas de capacitação online, onde vídeos e manuais vão orientar o servidor, disponibilizados na plataforma de documentação da secretaria.

Para o superintendente da EpR, Coronel Delner Freire, a central de atendimento já possuía eficiência nos atendimentos prestados. Com aplicação do “Atendimento”, sendo único sistema, a resolução ficará ainda mais rápida, poupando tempo para outras atividades. “Hoje a central direciona os chamados para determinados setores. Com essa nova ferramenta os chamados já caem direto para o responsável. Por exemplo, se alguém tem problema na Infovia, antes iria para central de atendimento que tratava e direcionava para o responsável pelo atendimento, hoje não é mais assim. Isso resulta em agilidade na execução dos reparos”, fala Delner.

Os servidores podem ver que o serviço é atribuído a cada setor de atendimento da EpR, através do catálogo de serviços que está online. Esse catálogo foi criado para facilitar as solicitações e atender todos os 52 municípios. Gabriel Carrijo, gerente de infraestrutura da Detic/EpR, diz que com essa ferramenta o servidor que estiver em qualquer município vai poder solicitar um serviço para EpR. “Um servidor de Candeias que esteja com problema na rede de fibra óptica Infovia, poderá abrir um chamado pelo sistema e acompanhar todo andamento dessa solicitação. Outro exemplo é que se um servidor da Emater lá em Costa Marques precisar de acesso ao protocolo, também será atendido”, ressalta Gabriel.

Quando solicitado um chamado, servidores da central de atendimento, respondem com orientações para os servidores se atualizarem com o novo sistema.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.