publicidade

Cabify concorrente ao uber cresceu mais de 500% em 2017 e quer criar uma nova app

Para criar uma nova app e uma nova plataforma, metas para este 2018, a Cabify prevê triplicar a equipa de desenvolvimento do produto.

A Cabify, tecnológica espanhola que é o principal concorrente da Uber em Portugal, encerrou o ano de 2017 com um crescimento global de mais de 500% em receitas brutas e pedidos de viagem, quase triplicou a sua capacidade instalada e multiplicou por seis o número de viagens realizadas comparativamente ao ano anterior.

Os dados, fornecidos pela própria empresa em comunicado, mostram, assim, um forte crescimento em Portugal. Por isso, os objetivos para este novo ano são ambiciosos.

Na nota enviada à comunicação social, a Cabify refere que este ano “investirá no reforço e melhoria dos seus serviços nas cidades onde está presentes”.

Para isso, adianta, “focar-se-á na investigação, inovação e desenvolvimento tecnológico que lhe permitirá continuar a melhorar a plataforma em termos de segurança e qualidade, tanto para utilizadores como para parceiros e motoristas”.

Em termos práticos, entre as novidades planeadas para 2018, destacam-se o lançamento de uma nova aplicação para utilizadores e uma plataforma que introduz melhorias na gestão da mobilidade corporativa. Para atingir esse objetivo, a Cabify prevê triplicar o tamanho da sua equipa de desenvolvimento de produto.

Durante 2017, a Cabify diz ter reforçado ainda mais o seu processo de seleção e de formação, o que se traduz na classificação do serviço prestado em 5/5, por parte de 98% dos clientes. Além disto, a empresa refere ter consolidado, em 2017, a sua liderança no setor empresarial, contando no seu portefólio com mais de 50 mil clientes corporativos a nível global.

A empresa conta com mais de 1.800 colaboradores em todo o mundo e regozija-se pelo facto de ser uma empresa “inclusiva” em termos de género. A nível global, 54% dos seus colaboradores são homens e 46% mulheres, sendo que, em lugares de liderança, 63% são homens e 37% são mulheres. Em média, as idades dos colaboradores rondam os 30 anos.

Em Portugal, já se sabia que os objetivos da Cabify passam por aumentar a oferta, dado o balanço positivo da empresa no país.



Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.

publicidade