• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 19 de maio de 2022

O Dia na História - Compilação do jornalista Lúcio Albuquerque

590 anos da primeira vila brasileira, a de São Vicente – SP.


Lúcio Albuquerque

Publicada em: 22/01/2022 10:21:42 - Atualizado


O DIA NA HISTÓRIA

Lúcio Albuquerque

jlucioac@gmail.com

BOM DIA 22 DE JANEIRO!

COMEMORA-SE

590 anos da primeira vila brasileira, a de São Vicente – SP.

Católicos lembram Vicente de Saragoça ou São Vicente de Fora. Santo Anastácio, São Guilherme José Chaminade, Beata Laura Vicuña, irmãos santos Vicente, Orôncio e Vítor, São Vicente Pallotti.

BRASIL

1797 – Nascimento de Maria Leopoldoina, arquiduquesa austríaca e imperatriz do Império do Brasil, autora da intimação a D. Pedro I para ele proclamar a Independência do Brasil. 1808 – Dois meses depois de partir de Lisboa, fugindo das tropas francesas, a Corte portuguesa, liderada por D. João VI, chega a Salvador (BA). 1891 – Falece Benjamin Constant, um dos fundadores da República e autor da divisa Ordem e Progresso da bandeira brasileira. 1970 - Instituída a Loteria Esportiva no Brasil; ganhava quem acertasse resultados de 13 jogos de futebol. 1971 - O Centro Universitário do Acre passa a ser a Universidade do Acre (cursos de Direito e de Ciências Econômicas), mas a federalização da Universidade do Acre só ocorreria em 1974 (Lei n.º 6.025/74). 1973 – Nasce Rogério Ceni, o maior goleiro artilheiro do futebol mundial.

MUNDO

1506 — O primeiro contingente de 150 guardas suíços (a guarda do Papa) chega ao Vaticano. 1983 - Estreia nos cinemas o filme E.T., o extraterrestre, sucesso absoluto em bilheterias do mundo inteiro.

FOTO DO DIA

Em 25 de fevereiro do ano passado, vítima de covid, falecia, depois de 53 dias internado, o historiador, professor e jornalista Francisco Matias, autor de apostilas específicas sobre a História de Rondônia, destinadas a pré-vestibulandos ou candidatos a concursos, e outros livros, dentre os quais se destacam “Pioneiros – Ocupação Humana e Trajetória Política de Rondônia”, de 1998 e outro, ainda em fase de revisão quando de sua morte, “O tratado de Petrópolis”. Cearense, Matias chegou a Rondônia no final da década de 1970 e teve participação em fatos políticos importantes do final do Território e início do Estado, inclusive na reunião em que o governador Jorge Teixeira escalou, dentre 8 pretendentes, os 3 candidatos do PDS a senadores na eleição de 1982. Matias era membro efetivo da Academia Rondoniense de Letras.


LEIA MAIS