RONDONOTICIAS domingo, 5 de julho de 2020 - Criado em 11/10/2001

Brasil tem recorde de apreensões de drogas, segundo Ministério da Justiça

Segundo a pasta, ao todo, foram apreendidos mais de 92,5 toneladas de cocaína e 1,2 mil toneladas de maconha...


Publicada em: 27/06/2020 10:23:44 - Atualizado

Brasília  - DF - O Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou, nesta sexta-feira (26), data em que se comemora o Dia Internacional de Combate às Drogas, um recorde de apreensões de drogas no Brasil no primeiro semestre de 2020.

Segundo a pasta, ao todo, foram apreendidos mais de 92,5 toneladas de cocaína e 1,2 mil toneladas de maconha entre 1° de janeiro e 25 de junho deste ano pelas polícias federais e dos estados. 

Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo foram os estados que mais registraram apreensão de drogas pelas polícias estaduais. 

O ministro da Justiça e Segurança Publica, André Mendonça, ressaltou a importância da união do trabalho das polícias e disse que o “retrato” dessa gestão deve ser a segurança da população. 

“Tenho insistido que um grande desafio é fortalecer o sistema único de segurança em minha gestão. Nas últimas três décadas, experimentamos um aumento permanente da criminalidade”, disse. 

Mendonça elogiou o trabalho das Secretarias estaduais, das polícias e também comentou sobre as investigações de corrupção na política que estão em andamento na Polícia Federal. 

Carga de armas e drogas apreendida pela PF

“Hoje vemos a Polícia Federal investigando casos de corrupção de gestões em curso. Isso é importantíssimo porque é isso que vai permitir não só a prevenção para o futuro, como também termos melhores resultados na recuperação dos valores desviados. Porque, a cada dia que passa, é mais difícil descobrir quem fez, como fez e o produto desse ilícito pra onde foi”, afirmou o ministro. 

Na apresentação, também foi anunciada a primeira conversão de moedas estrangeiras apreendidas do tráfico de drogas. O montante de US$ 12 milhões de dólares pegos em operações da Polícia Federal será convertido ainda nesta sexta-feira pela Caixa Econômica Federal.

Os cerca de R$ 50 milhões dessa conversão serão aplicados no Fundo Nacional Antidrogas (Funad), que financia políticas públicas de prevenção e de combate às drogas no país. 

“A espinha dorsal dessas organizações criminosas é a capacidade financeira. Há uma estimativa de R$ 20 bilhões usados no tráfico de drogas apenas no Brasil e em torno de US$ 250 bilhões circulam no mundo em razão do tráfico. Então, precisamos combater seu lastro financeiro. Nesse ano, pretendemos chegar a R$ 1 bilhão em apreensões no país”, afirmou diretor geral da Policia Federal, Rolando de Souza. 

O dia 26 de junho também marca o Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, estabelecido em 1987 pela Organização das Nações Unidas (ONU).


MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br