05/11/2016 10:18:40 - Atualizado em 06/11/2016 12:24:26

ENEM 2.016: começou no sábado para 8,6 milhões de estudantes em todo o país

PORTO VELHO - RO - As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começou no sábado (5) para os 8,6 milhões de inscritos. Nesse primeiro dia os estudantes vão responder a 90 questões de ciências humanas e ciências da natureza.

Os candidatos terão quatro horas e 30 minutos para concluir as provas. Em Rondônia, os portões fecham às 11 horas, por conta do horário de verão.

A área de ciências da natureza e suas tecnologias abrange os conteúdos de química, física e biologia. Em ciências humanas e suas tecnologias, as provas são de geografia, história, filosofia, sociologia e conhecimentos gerais.

Os portões abrem às 12 horas e fecham às 13h, no horário de Brasília. Com o horário de verão e diferenças de fusos horários, os estudantes precisam ficar atentos, pois vários estados estão com a hora local diferente da capital federal. A aplicação do exame começa 30 minutos após o fechamento dos portões.

Para fazer a prova é fundamental apresentar documento de identidade original com foto e usar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente. Outra cor de tinta impossibilita a leitura óptica do cartão de respostas.

É proibido o uso de celular ou qualquer aparelho eletrônico durante as provas. Os aparelhos terão de ser colocados em um porta-objetos com lacre, que deverá ficar embaixo da cadeira até o fim das provas. Em anos anteriores, candidatos foram eliminados por postar imagens da prova em redes sociais.

O candidato também não poderá usar lápis, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros, boné, chapéu, gorro e similares e portar armas de qualquer espécie, mesmo com documento de porte. Se estiver com um desses objetos, eles deverão ser colocados no porta-objetos.

Para enfrentar as longas horas de prova, o candidato poderá levar água e comida. O Ministério da Educação informou que haverá fiscalização dos lanches.

Neste ano, pela primeira vez, haverá identificação biométrica dos estudantes. O objetivo é prevenir fraudes. As impressões digitais serão colhidas durante as provas.

O aluno poderá deixar o local após duas horas do início da prova. Só é possível sair com o caderno de questões nos últimos 30 minutos antes do fim das provas. Caso descumpra qualquer uma dessas regras, será eliminado.

O Ministério da Educação adiou para os dias 3 e 4 de dezembro as provas dos candidatos que fariam o exame em prédios ocupados por estudantes.


comentar

comments powered by Disqus

Ultimas Notícias