RONDONOTICIAS sexta-feira, 16 de novembro de 2018 - Criado em 11/10/2001

Idep oferece oito mil vagas em cursos profissionalizantes em Rondônia


Rondonoticias/SECOM

16/01/2018 14:13:35 - Atualizado

RONDÔNIA - A partir de amanhã (17) o Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional (Idep) reabrirá as inscrições para 8.300 vagas em diversos cursos profissionalizantes, que serão oferecidos gratuitamente pelo governo estadual, como parte do programa Capacita Rondônia.

A proposta é dar condições de empregabilidade aos jovens a partir de 16 anos e adultos de baixa renda, indígenas, quilombolas, privados de liberdade, entre outros, de 42 localidades do estado, atendendo a uma demanda predeterminada por entidades e instituições, como escolas, igrejas, o Sistema Nacional de Emprego (Sine) e associações comerciais. Os interessados poderão se inscrever através do site do instituto.

De acordo com a presidente do Idep, Adir Josefa de Oliveira, serão investidos R$ 9,7 milhões do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) em cursos técnicos e de Formação Inicial e Continuada (FIC) nas áreas industrial, comercial, de serviços e rural, que têm como foco não só a garantia de um emprego, mas também capacitar os participantes para o empreendedorismo. A previsão é que as aulas sejam iniciadas no próximo dia 22.

Criado em dezembro de 2016, por meio da Lei Complementar 908, o Idep é uma autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Educação (Seduc), dotada de autonomia administrativa, pedagógica, disciplinar, financeira, orçamentária e patrimonial, gestora da política de educação profissional do estado, enquanto o Conselho Estadual de Educação (CEE) é responsável pelo ensino regular público e privado e a educação profissional das instituições privadas.

Adir Josefa, presidente do Idep

Adir explicou que o primeiro ano de funcionamento, 2017, foi voltado basicamente para a estruturação do órgão, com a contratação dos servidores, 15 ao todo, instalação do Conselho Superior, busca de recursos além da reestruturação do Instituto Abaitará em Pimenta Bueno, que adotou a denominação de Centro Técnico Estadual (Centec), ampliando de 107 para 300 alunos matriculados em regime de internato. A partir deste ano o Centec oferece 20 vagas a mais. Outra novidade são os cursos de agronegócio e agropecuária, que se somam ao de agroecologia. Para 2019, a previsão é que sejam implantados os de aquicultura e informática.

Também no ano passado, foram abertas 1.500 vagas cursos técnicos do programa Rondônia de Educação Profissional, como multimídia, desenvolvimento de sistemas, logística, edificações, técnico de informática, técnica em vendas e jogos digitais, oferecidos para alunos da rede estadual concomitantemente com as aulas do ensino regular. Também 50 indígenas de sete etnias da região de Guajará-Mirim foram beneficiados. Ela informou que ao todo foram investidos R$ 6 milhões, enquanto para este ano a previsão é que o volume suba para R$ 15 milhões, fora os mais de R$ 9 milhões do Capacita.

Visando à reinserção de jovens e adultos privados da liberdade no estado, foi assinado contrato de parceira com entre o Idep e a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) para a realização de cursos profissionalizantes com recursos do Fundo Penitenciário (Fupen)

“Neste ano também iniciaremos os cursos profissionalizantes para alunos da educação de jovens e adultos de São Miguel do Graporé. A ideia é expandir para todos os Ceejas [Centros de Educação de Jovens e Adultos]”, adiantou a presidente do Idep.

Ainda sobre as 8.300 vagas, Adir fez questão de explicar que são voltadas a um público diverso, independente de ser aluno da rede estadual, interessado em ampliar o conhecimento ou se preparar para exercer uma nova profissão como empregado ou autônomo. “A intenção do governo é capacitar a mão de obra para atender ao mercado, sendo direcionada ao Sine; ou formar empreendedores que possam gerar renda, com orientação do Banco do Povo”, disse.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.