12/12/2016 11:10:01 - Atualizado em 12/12/2016 11:10:01

Cantata de Natal do Conselho Municipal de Educação leva emoção ao público

PORTO VELHO,RONDÔNIA- Foi uma noite de luzes e muito brilho que emocionou quem foi prestigiar o evento. A ameaça de chuva que se desenhava no início da noite de sábado fez com que o público arrastasse o pé.

Nem mesmo quando ela começou a cair fina sobre a cidade para amenizar a temperatura. Todo esse panorama serviu para emoldurar o cenário da Cantata de Natal, do Conselho Municipal de Educação (CME).

Antes do início do Espetáculo, o presidente do CME, professor Mário Jorge, falava da dificuldade em realizar esta que foi a primeira de uma série de muitas – usando suas próprias palavras – cantatas que serão organizadas pelo conselho. “Foi um verdadeiro desafio. Sem dinheiro, tivemos que contar com os parceiros. Mas felizmente deu tudo certo”, disse.

Quando o coro infantil da Escola Municipal de Música Som na Leste abriu a cantata, o público acomodado na ladeira Comendador Centeno, veio ao delírio com a presenta dos cantores juvenis. Na sequência vieram as outras apresentações – escolas de música Francisco Lao, Jorge Andrade, Orquestra Lira Dourada, da Escola Municipal Joaquim Vicente Rondon, até o ato final quando todos se apresentaram juntos.

O encerramento, o ápice do evento, foi o momento em que os coristas se apresentaram para o público das janelas do prédio que é hoje um monumento histórico de Porto Velho. Enquanto eles cantavam do “alto”, a banda da Som na Leste junto com a Lira Dourada, de baixo, tocavam as notas que juntas se harmonizam em acompanhamento e arranjo vestindo a melodia entoada pelos cantores.

Satisfeito por ter vencido o desafio, o presidente do conselho adiantou que a partir dessa experiência, a luta agora será incluir a cantata no calendário o de eventos do município. “A intenção é fazer com que a programação natalina da cidade seja aberta com a cantata. Temos que melhorar muito ainda, sabemos disso, mas o desafio está lançado”, anunciou.


fonte: Rondonoticias

comentar

comments powered by Disqus

Ultimas Notícias