publicidade

Dica de livro, O Segundo Armário: Diário de um Jovem Soropositivo de Gabriel de Souza

PORTO VELHO,RONDÔNIA- Que impacto causaria na sua vida se você descobrisse hoje que é soropositivo? Em O Segundo Armário: Diário de um Jovem Soropositivo, de Gabriel de Souza Abreu, o leitor vivencia, juntamente com o protagonista da história todas as emoções que essa nova realidade envolve. Sentimentos como: medo, dor, angústia, solidão, raiva são descritos em forma de conversa e desabafo.

A narrativa é feita em forma de diário que inicia desde o resultado do teste em abril de 2011 às 13h e passa por muitas fases até os últimos registros, em dezembro de 2013. Os depoimentos em primeira pessoa nos levam a conhecer a intimidade de um jovem gay que vê seu mundo desmoronar em meio a sua ânsia de expectativas promissoras do futuro e a realidade no momento atual. A medida que o tempo vai passando vamos acompanhando o amadurecimento de Gabriele a forma como lida com as situações, diante dos sintomas físicos e psíquicos causados por ser um soropositivo.

As situações cotidianas provocam identificação nos leitores através de um texto sensível e cheio de indicações musicais. No final da leitura o autor traz muitas referências e indicações de entidades de acolhimento e apoio a soropositivos e seus familiares.

Por trás do Segundo Armário

Gabriel de Souza Abreu é o pseudônimo de Salvador Correa, que utilizou um blog para compartilhar suas experiências durante todo o processo desta descoberta. Ele escrevia de forma anônima por não se sentir seguro para revelar sua identidade, mas após receber vários depoimentos de pessoas que se identificavam com a situação resolveu lançar o e-book O Segundo Armário: Diário de um Jovem Soropositivo, que pode ser baixado gratuitamente tanto na Amazon quanto na Livraria Cultura. Em 2016 foi lançada a versão impressa que conta com textos inéditos.

Salvador Correia atualmente faz parte da ABIA – Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS na Coordenação da área de treinamento e capacitação e fala abertamente sobre sua experiência, buscando acolher todos que estão passando pela mesma situação.


fonte: Rondonoticias

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.

publicidade