14/05/2018 14:54:10

Após empate em casa, técnico do Real revela clima de ‘guerra’ para buscar classificação

RONDÔNIA - Em uma tarde de homenagem às mães, os jogadores do Real foram a campo com os nomes de cada genitora nas camisas no último domingo, 13, para enfrentar o São Raimundo-RR, pela quarta rodada da Série D do Campeonato Brasileiro, no estádio Valerião. O placar final do empate em 2 a 2 não agradou a equipe da casa, que agora tentará em um clima de guerra, vencer o Nacional-AM para se manter vivo na luta pela classificação inédita.

Em uma partida de superação, o Furacão ficou atrás do placar por duas vezes durante o jogo, mas conseguir evitar a derrota na etapa final. Logo aos 2 minutos do primeiro tempo, Rai abriu o placar para o São Raimundo-RR.

O Real até tentou chegar ao empate, mas não conseguiu passar marcação fechada do Mundão. Os visitantes encerraram o primeiro tempo na frente e no segundo tempo, o Real voltou ainda mais insistente nas jogadas ofensivas.

Aos 24 minutos, Valtinho marcou o gol da igualdade no placar. Mas em um contra-ataque, Rai marcou o segundo dele na partida para colocar o São Raimundo novamente em superioridade. Mas aos 28 minutos da etapa final, o árbitro marcou uma penalidade a favor do Real, Maycon foi para a cobrança e sacramentou o empate em 2 a 2.

Mesmo com o resultado não pretendido, o técnico do Furacão, Rafael Andrade, destacou que tudo está em aberto no grupo ainda e que a próxima partida, contra o Nacional-AM, em Manaus, terá um clima de guera.

– Não foi um resultado que a gente esperava, mas temos que ter tranquilidade. Temos uma decisão durante a semana que a gente encara com muita seriedade e aí no sábado, nós vamos para uma ‘guerra’ lá em Manaus, respeitando o time deles, mas sabemos que podemos vencê-los. A gente já venceu em nossos domínios, agora podemos vencer novamente e de repente voltar à liderança – comentou Rafael Andrade.

Já o técnico do São Raimundo, Chiquinho Viana, não concordou com a marcação do pênalti responsável pelo gol de empate, mas parabenizou os atletas, que mesmo diante do cansaço, conseguiram ter as melhores oportunidade de gol durante a partida.

– Acredito não ter sido pênalti no lance marcado. Pra mim foi um choque normal e ele caiu no chão, mas assim, nós fizemos uma partida humanamente perfeita, por conta do cansaço. Os meninos se doaram ao máximo, a gente procurou jogar um pouco mais fechado e quando tivemos a oportunidade para fazer os gols nós fizemos. O mais importante é que nos mantemos líder do grupo e temos a opção de decidir a classificação em casa. – destacou o comandante do Mundão.

Com o resultado, o Real Ariquemes permanece na terceira posição do grupo A3, com 5 pontos. O Nacional-AM com 6 é o segundo colocado e o São Raimundo-RR está na liderança com 7 pontos. O Furacão encara o Nacional, no próximo sábado, 19, em Manaus. O Real precisa ao menos de um empate para se manter vivo na disputa e conseguir se classificar para a próxima fase.

fonte: Rondonoticias

comentar

comments powered by Disqus

Ultimas Notícias