RONDONOTICIAS quarta-feira, 14 de novembro de 2018 - Criado em 11/10/2001

Jogadores palmeirenses reclamam de gol anulado no jogo contra o Cruzeiro no Allianz Parque

Segundo Edu Dracena, não houve falta. "Eu falei para o árbitro que não toquei no Fábio", disse o zagueiro


Notícias ao Minuto

13/09/2018 09:31:50 - Atualizado

Os jogadores do Palmeiras deixaram o campo bastante irritados nesta quarta-feira, após a derrota no Allianz Parque por 1 a 0 para o Cruzeiro, pelas semifinais da Copa do Brasil, por causa do gol anulado pela arbitragem no lance final da partida. O mato-grossense Wagner Reway marcou falta na disputa no alto entre o zagueiro Edu Dracena e o goleiro Fábio. Na sobra, Antônio Carlos completou para o gol vazio, mas a partida já estava paralisada.

Segundo Edu Dracena, não houve falta. "Eu falei para o árbitro que não toquei no Fábio. Ele tocou no próprio jogador deles. O árbitro tinha que esperar o lance para apitar, e não apitar na hora", afirmou o defensor. O elenco do Palmeiras cercou o árbitro depois da partida para questionar a não utilização do árbitro de vídeo.

Irritados, os jogadores do time não quiseram dar entrevista depois da partida. Por outro lado, o zagueiro Dedé, que voltou às pressas de compromisso com a seleção para entrar em campo, afirmou que foi falta. "O Dracena quando subiu bateu no peito do Fábio", comentou.

Um dos poucos a dar entrevista na saída do campo, o atacante palmeirense Willian afirmou que não considera o confronto decidido mesmo depois da derrota. "Conseguimos fazer um bom jogo. O Cruzeiro não fez nada no segundo tempo. Está em aberto", disse.

Antes de reencontrar o Cruzeiro, daqui a duas semanas, o Palmeiras terá compromissos pelo Campeonato Brasileiro e pela Copa Libertadores. O próximo será pelo torneio nacional, domingo, diante do Sport, na Ilha do Retiro.





Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.