RONDONOTICIAS quarta-feira, 19 de junho de 2019 - Criado em 11/10/2001

Conselheiros do Cruzeiro são presos em operação da Polícia Federal


UOL

05/06/2019 14:06:37 - Atualizado


Membro do Conselho Deliberativo do Cruzeiro e indicado por Zezé Perrella para formar a comissão que irá apurar as denúncias contra o clube, Marcio Antonio Camillozzi Marra foi preso na manhã de hoje em operação da Polícia Federal. Outras duas pessoas ligadas à entidade também acabaram detidos na mesma operação. 

São eles: Carlos Alberto Arges Júnior e Ildeu da Cunha Pereira. A informação foi publicada pelo portal G1 e confirmada pelo UOL. Márcio Marra é escrivão da Polícia Federal e foi apontado como suspeito de retirar documentos sigilosos e vazar dados do sistema da corporação.

Os outros dois advogados também são servidores da Polícia Federal, que investiga os crimes de corrupção ativa, passiva, organização criminosa, obstrução de justiça e violação de sigilo funcional. Também conselheiro, o advogado Carlos Alberto Arges já prestou serviço para o Cruzeiro. Já Ildeu da Cunha Pereira foi superintendente jurídico do Cruzeiro na gestão dos irmãos Perrella e também representa Itair Machado, vice-presidente de futebol do clube, em alguns processos. Juntos, eles receberam mais de R$1 milhão do Cruzeiro em 2018.

A operação da Polícia Federal foi batizada de Escobar. Nela, a irmã do deputado federal Aécio Neves (PSDB), Andrea Neves, foi intimada a depor.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.