RONDONOTICIAS terça-feira, 1 de dezembro de 2020 - Criado em 11/10/2001

Neymar tenta, mais uma vez, levar o PSG ao título da Liga dos Campeões

O atacante brasileiro fracassou em todas as tentativas anteriores de ajudar o clube francês a se transformar em campeão europeu


estadaoconteudo

Publicada em: 20/10/2020 10:52:33 - Atualizado


Neymar inicia nesta terça-feira mais uma tentativa de levar o Paris Saint-Germain ao tão cobiçado título da Liga dos Campeões. O time francês estreia na competição contra o Manchester United, no Parque dos Príncipes, em Paris. A partida começa às 16h (horário de Brasília).

Contratado do Barcelona em 2017 por 222 milhões de euros (quase R$ 1,5 bilhão na cotação atual), o atacante brasileiro é, ainda hoje, o jogador mais caro da história, mas fracassou em todas as tentativas anteriores de ajudar o clube francês a se transformar em campeão europeu. Na última temporada, chegou à final, mas acabou derrotado pelo Bayern de Munique.

eymar inicia nesta terça-feira mais uma tentativa de levar o Paris Saint-Germain ao tão cobiçado título da Liga dos Campeões. O time francês estreia na competição contra o Manchester United, no Parque dos Príncipes, em Paris. A partida começa às 16h (horário de Brasília).

Contratado do Barcelona em 2017 por 222 milhões de euros (quase R$ 1,5 bilhão na cotação atual), o atacante brasileiro é, ainda hoje, o jogador mais caro da história, mas fracassou em todas as tentativas anteriores de ajudar o clube francês a se transformar em campeão europeu. Na última temporada, chegou à final, mas acabou derrotado pelo Bayern de Munique.

HISTÓRICO - Em 2018, na primeira temporada de Neymar no PSG, a equipe caiu nas oitavas de final diante do Real Madrid. Com uma fissura no quinto metatarso do pé direito, o brasileiro ficou de fora do jogo decisivo.

Na temporada seguinte, o roteiro se repetiu. Neymar sofreu nova lesão no mesmo pé e não participou do confronto decisivo com o Manchester United nas oitavas de final. Pior: o atacante xingou o árbitro nas redes sociais e recebeu uma punição de três partidas de suspensão.

Livre as lesões, este ano o brasileiro se mostrou uma liderança técnica dentro e fora de campo. Decisivo, esteve bem cotado para ser eleito o melhor jogador do torneio, mas acabou derrotado pelo Bayern de Munique na final. Desolado, caiu no choro.



MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br