RONDONOTICIAS quarta-feira, 24 de julho de 2019 - Criado em 11/10/2001

Seu Jorge é condenado na Justiça por uso indevido de 'Amélia'

O sambista teria usado sem autorização um trecho da música de Mário Lago e Ataulfo Alves


Notícias ao Minuto

02/05/2019 13:26:54 - Atualizado


O cantor Seu Jorge foi condenado pela 29.ª Vara Cível do Rio de Janeiro e agora terá que indenizar em R$ 500 mil à família do compositor Mário Lago pelo uso indevido de trechos da música 'Ai Que Saudades da Amélia', canção em parceria com Ataulfo Alves.

De acordo com o 'Estadão', Seu Jorge usou sem autorização, em 2004, duas estrofes do samba em sua música 'Mania de Peitão', do álbum Cru. A família de Mário Lago, então entrou na justiça e abriu um processo contra o sambista. “Ninguém foi consultado para isso”, diz a advogada da família, Deborah Sztajnberg.

A advogada revelou ainda que percebeu má-fé por parte do cantor ao localizar dois registros da música junto ao Ecad. O primeiro, com data de 2006, onde fazia referência a Amélia. Já no segundo, de 2008, não aparecia mais o trecho. “Fizeram isso para não pagar os herdeiros”, disse Deborah.

Seu Jorge se defendeu à juíza Flavia de Almeida Viveiros de Castro, autora da sentença, contando que quis, na verdade, fazer uma homenagem aos autores. Revelou ainda que os nomes de Lago e Ataulfo não aparecem na primeira prensagem do disco porque o produtor, sendo estrangeiro (o francês Jerome Pigeon), “não se atentou para o fato”. Além disso, Seu Jorge afirmou que sendo apenas um intérprete da canção, toda a parte das autorizações deveria ficar por conta do produtor e da editora.

Vale lembrar que a decisão é em primeira instância, o que dá possibilidade de recursos por parte da defesa do cantor.


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.